sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Indignados do BES avançam com ações contra entidades responsáveis "pela burla"

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) vai avançar com ações judiciais contra todas as entidades responsáveis "pela burla" de que foram alvo os clientes do Banco Espírito Santo, garantiu um responsável da direção.

"Vamos entrar com ações jurídicas contra todas as entidades responsáveis pela burla, pois temos uma equipa jurídica na associação, que nos vai defender de uma forma o mais correta possível para resgatarmos as nossas poupanças", disse à Agência Lusa Ricardo Ângelo, presidente da direção da AIEPC, que representa os lesados do papel comercial do GES, comprado aos balcões do BES.

Cerca de duas centenas de manifestantes estão concentrados junto à sede do Novo Banco, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, com o objetivo de protestarem e reivindicarem, mais uma vez, o pagamento que consideram lhes é devido.

Ricardo Ângelo adiantou que as ações não inviabilizam as manifestações e "não vão parar", seja com o Novo Banco ou com o seu futuro comprador.

"Não acreditamos num banco que nos vendeu e garantiu um produto" que acabou por se traduzir numa perda para os seus clientes, acrescentou.

Para o presidente da AIEPC, "é fundamental que o Presidente da República e o primeiro- ministro não se escondam e não façam ouvidos moucos" e atuem de forma rápida pois "há pessoas que dependem da Caritas e outras instituições de solidariedade para sobreviverem e estão a ser prejudicadas pela incompetência e morosidade de responsáveis políticos deste país".

Quanto à CMVM [regulador do mercado] e ao Banco de Portugal "têm responsabilidades gravíssimas nesta não solução e é preciso pô-las à mesa a falar na resolução deste problema", defendeu o responsável da AIEPC, entidade que representa mais de 150 pessoas.

Na corrida à compra do Novo Banco estão os chineses da Fosun e da Anbang Insurance e os norte-americanos da Apollo.

Lusa

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.