sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Indignados do BES avançam com ações contra entidades responsáveis "pela burla"

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) vai avançar com ações judiciais contra todas as entidades responsáveis "pela burla" de que foram alvo os clientes do Banco Espírito Santo, garantiu um responsável da direção.

"Vamos entrar com ações jurídicas contra todas as entidades responsáveis pela burla, pois temos uma equipa jurídica na associação, que nos vai defender de uma forma o mais correta possível para resgatarmos as nossas poupanças", disse à Agência Lusa Ricardo Ângelo, presidente da direção da AIEPC, que representa os lesados do papel comercial do GES, comprado aos balcões do BES.

Cerca de duas centenas de manifestantes estão concentrados junto à sede do Novo Banco, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, com o objetivo de protestarem e reivindicarem, mais uma vez, o pagamento que consideram lhes é devido.

Ricardo Ângelo adiantou que as ações não inviabilizam as manifestações e "não vão parar", seja com o Novo Banco ou com o seu futuro comprador.

"Não acreditamos num banco que nos vendeu e garantiu um produto" que acabou por se traduzir numa perda para os seus clientes, acrescentou.

Para o presidente da AIEPC, "é fundamental que o Presidente da República e o primeiro- ministro não se escondam e não façam ouvidos moucos" e atuem de forma rápida pois "há pessoas que dependem da Caritas e outras instituições de solidariedade para sobreviverem e estão a ser prejudicadas pela incompetência e morosidade de responsáveis políticos deste país".

Quanto à CMVM [regulador do mercado] e ao Banco de Portugal "têm responsabilidades gravíssimas nesta não solução e é preciso pô-las à mesa a falar na resolução deste problema", defendeu o responsável da AIEPC, entidade que representa mais de 150 pessoas.

Na corrida à compra do Novo Banco estão os chineses da Fosun e da Anbang Insurance e os norte-americanos da Apollo.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.