sicnot

Perfil

Queda do BES

Vigilância a Ricardo Salgado ocupa oito agentes por dia

Vigilância a Ricardo Salgado ocupa oito agentes por dia

A vigilância a Ricardo Salgado exige, no mínimo, a presença diária de oito polícias. Um dispositivo que, no entender da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia, consome demasiados recursos humanos.

  • Salgado em domiciliária sem pulseira eletrónica, PSP garante vigilância
    2:44

    Queda do BES

    A vigilância a Ricardo Salgado está a ser feita através de agentes da PSP. Esta manhã foram quatro elementos destacadas para junto da residência do antigo dono do BES. O banqueiro ficou sujeito a uma das medidas de coação mais gravosas, a prisão domiciliária. Ainda assim, não ficou com pulseira eletrónica. Foi, por isso, necessário destacar agentes da polícia para junto da habitação. Só pode sair com a devida autorização do juiz. Ricardo Salgado é um dos nomes envolvidos no caso "Universo Espírito Santo", que implica a suspeita de vários crimes, entre eles falsificação, abuso de confiança, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

  • Defesa de Salgado vai recorrer da prisão domiciliária
    2:06

    Queda do BES

    Ricardo Salgado está obrigado a ficar em casa e só poderá sair com autorização do juiz. a medida de coação foi decretada pelo juiz Carlos Alexandre esta sexta feira. O ex-presidente do BES foi constituído arguido no âmbito da investigação ao "Universo Espírito Santo" e ouvido durante todo o dia, durante 12 horas, no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa. A defesa de Salgado avança com recurso da decisão.

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.