sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Entrega de propostas pelo Novo Banco alargada até 7 de agosto

O Banco de Portugal decidiu que os três interessados na compra do Novo Banco que estão selecionados para o efeito podem melhorar as respetivas propostas vinculativas até ao dia 7 de agosto, revelou esta quinta-feira em comunicado o supervisor bancário.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

"Na sequência de convite dirigido aos três potenciais compradores que apresentaram uma proposta vinculativa no dia 30 de junho passado para que submetessem uma proposta vinculativa revista, o conselho de administração do Banco de Portugal deliberou hoje fixar a data de 07 de agosto para apresentação dessa proposta", lê-se no documento da entidade liderada por Carlos Costa.

O Banco de Portugal salientou que esta possibilidade já estava prevista no caderno de encargos relativo à terceira fase do processo de alienação do Novo Banco, que previa que os potenciais compradores são "convidados a apresentar propostas vinculativas em uma ou mais rondas sucessivas, podendo haver lugar a negociação e à exclusão de potenciais compradores".

No final de junho, o Banco de Portugal escolheu três candidatos para apresentarem uma proposta vinculativa final. A comunicação social tem referido que os selecionados são os grupos chineses Fosun e Anbang, a par do fundo norte-americano Apollo.

A 3 de agosto, o Banco de Portugal tomou o controlo do BES, após a apresentação de prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, e anunciou a separação da instituição em duas entidades: o chamado banco mau (um veículo que mantém o nome BES e que concentra os ativos e passivos tóxicos, assim como os acionistas) e o banco de transição, designado Novo Banco.

Com Lusa

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.