sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Lesados do BES começam a desmobilizar após cinco horas em protesto

Cinco horas depois do início do protesto que hoje reuniu cerca de 500 lesados do BES, em Lisboa, restam apenas algumas dezenas junto à sede do Novo Banco.

Lusa

As poucas dezenas de lesados que estão ainda concentrados junto à sede do Novo Banco, na Avenida da Liberdade, começaram a desmobilizar e já não são visíveis os cartazes empunhados ao longo do dia.

Os manifestantes estão agora em silêncio e preparam-se para abandonar o local.

Na rua Barata Salgueiro permanece ainda um cordão policial com dezenas de agentes da PSP, que esta manhã cortaram esta rua de Lisboa para evitar que os manifestantes invadissem as instalações do Novo Banco.

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) e o Movimento de Emigrantes Lesados manifestaram-se hoje, para mais uma reivindicação pelo reembolso do dinheiro investido.

São cerca de 2.500 os clientes do Novo Banco que adquiriram papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) aos balcões do Banco Espírito Santo (BES) no montante total de 527 milhões de euros que ainda não foram reembolsados.

A AIEPC tem organizado ao longo dos últimos meses várias manifestações de protesto em várias cidades do país.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15