sicnot

Perfil

Queda do BES

Ricardo Salgado passou bens para mulher e filhos antes do colapso do BES

Ricardo Salgado passou bens para mulher e filhos antes do colapso do BES

Ricardo Salgado terá transferido grande parte dos bens para o nome da mulher e dos filhos, meses antes da queda do BES. A notícia avançada pelo jornal Sol, revela ainda que o ex-banqueiro mantém em seu nome quatro imóveis. Apesar da transferência, a justiça arrestou centenas de imóveis na primavera deste ano.

Em reação a esta notícia, Ricardo Salgado emitiu um comunicado.

O ex-banqueiro alega que a notícia é falsa porque confunde alterações na composição do Conselho de Administração de uma sociedade com transferência de bens.

Mantém que é pura fantasia que os bens arrestados à sociedade Pedra da Nau tenham um valor de 1,8 mil milhões de euros.

O comunicado revela que a única transferência de ações da sociedade Pedra da Nau, efetuada por Ricardo Salgado, foi de uma posição minoritária sem relevância significativa, dando execução a uma decisão há muito tomada e com total transparência.

Remata o comunicado dizendo que este é apenas mais um episódio da saga encetada pelas publicações dominadas por Álvaro Sobrinho com o fim de difamar Ricardo Salgado e imputar a outros as responsabilidades do líder do BES angola.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.