sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Fim da negociação para a venda do Novo Banco foi "a primeira medida sensata"

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) classificou hoje o fim da negociação com a Anbang para a venda do Novo Banco como "a primeira medida sensata" do Banco de Portugal desde a resolução do BES.

FERNANDO VELUDO

"Esta é a primeira vez desde a resolução [do Banco Espírito Santo a 03 de agosto de 2014] que o Banco de Portugal [BdP] toma uma medida sensata", disse à agência Lusa o diretor da área de Lisboa da AIEPC, Nuno Lopes Pereira, depois de o supervisor ter hoje anunciado que terminou sem acordo o período de negociação com o potencial comprador do Novo Banco.

Nuno Lopes Pereira afirmou que os valores propostos pela chinesa Anbang, apontada como a potencial compradora do Novo Banco, eram de tal forma baixos que seriam um "suicídio" para Portugal, para o banco, para todos os bancos que estão "reféns" do fundo de resolução e para os contribuintes, através da Caixa Geral de Depósitos.

O responsável disse que os chineses tentaram baixar os valores, tendo em conta os problemas no balanço do banco português.

A quarta fase de negociações de venda do Novo Banco iniciou-se a 19 de agosto, correspondendo à negociação individual com a Anbang, que tinha apresentado a melhor proposta na fase anterior, segundo a imprensa.

Com o fracasso das conversações hoje anunciado, o BdP vai "convidar para negociações" a proposta qualificada em segundo lugar que, segundo a imprensa, é a do fundo norte-americano Apollo. A terceira proposta pertencerá aos chineses da Fosun.

"Isto [falha das negociações com a Anbang] é a esperança de que o Apollo consiga fazer uma proposta mais decente", manifestou Nuno Lopes Ribeiro, não escondendo os receios de que agora também o fundo norte-americano tente "jogar com fortes saldos" ao saber-se da crise na China.

A associação considera que o BdP "não sabe vender bancos" e espera que, "se a próxima proposta for muito má", o supervisor "siga as boas práticas europeias", nomeadamente as existentes Inglaterra, e "tente pôr o banco a funcionar".

"Talvez neste momento, se tudo correr mal, se volte atrás e se procure pôr o banco saudável e igual às práticas saudáveis europeias", disse.

O Banco Espírito Santo (BES), tal como era conhecido, acabou a 03 de agosto de 2014, quatro dias depois de apresentar um prejuízo semestral histórico de 3,6 mil milhões de euros.

O BdP, através de uma medida de resolução, tomou conta da instituição fundada pela família Espírito Santo e anunciou a sua separação, ficando os ativos e passivos de qualidade num 'banco bom', denominado Novo Banco, e os passivos e ativos tóxicos, no BES, o 'banco mau' ('bad bank'), que ficou sem licença bancária.

Na segunda-feira, o Novo Banco divulgou que registou prejuízos de 251,9 milhões de euros no primeiro semestre mas, excluindo fatores de natureza não recorrente, o resultado foi negativo em 188,9 milhões de euros.

Entre os fatores de natureza não recorrente estão a imparidade relativa à Pharol SGPS/Oi, no montante de 55,4 milhões de euros, a reavaliação de passivos, de 59,4 milhões de euros, as provisões para outros ativos e contingências, de 59,4 milhões de euros negativos, e os custos com reformas antecipadas e indemnizações, de 7,6 milhões de euros.

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".