sicnot

Perfil

Queda do BES

Vozes críticas à ideia de Passos sobre subscrição pública para apoio a lesados do BES

Vozes críticas à ideia de Passos sobre subscrição pública para apoio a lesados do BES

A promessa de Passos Coelho de uma subcrição pública para que os lesados do papel comercial do BES possam recorrer aos tribunais está a levantar duras criticas. A própria associação de lesados fala de uma proposta "intelectualmente desonesta". Já a oposição acusa o primeiro-ministro de querer que sejam os portugueses a pagar a factura. Quanto à venda do Novo Banco, parece haver novidades. Marques Mendes disse ontem no Jornal da Noite que há novos potenciais compradores interessados no negócio.

  • Passos esclarece compromisso assumido com os lesados do BES em Braga
    1:38

    Queda do BES

    Pedro Passos Coelho esclareceu, esta tarde, o compromisso que assumiu com os lesados do BES que se manifestaram em Braga. Está disponível para apoiar os clientes para que recorram a tribunal. Mas deixou claro que o Governo não nacionalizou o BES e em relação ao Novo Banco, o responsável pela venda é o Banco de Portugal.

  • Passos promete subscrição pública para apoio jurídico a lesados BES
    2:46

    Queda do BES

    Passos Coelho e Paulo Portas foram recebidos esta manhã com protestos e insultos no mercado municipal de Braga. Na primeira ação de campanha da coligação, estavam presentes os lesados do BES, mas também professores e outros cidadãos, que quiseram queixar-se das políticas do Governo. Por várias vezes, Passos Coelho parou para responder. Num desses momentos, comprometeu-se com uma subscrição pública para os lesados do BES conseguirem apoio jurídico.

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05