sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Prazo para emigrantes aceitarem proposta do Novo Banco termina hoje

O prazo para os clientes não residentes que subscreveram séries comerciais sobre ações preferenciais comercializadas pelo BES se pronunciarem sobre a solução comercial proposta pelo Novo Banco para resolver o problema termina hoje à meia-noite.

Arquivo

Arquivo

MÁRIO CRUZ/LUSA

A solução comercial proposta pelo Novo Banco prevê a assinatura prévia dos clientes para que o Novo Banco e o Credit Suisse possam anular os veículos financeiros. Só depois será possível avançar com a proposta que garante pelo menos 60% do capital investido, e liquidez se essa for a opção, assim como um depósito anual crescente a seis anos, que prevê recuperar no mínimo 90% do capital investido.

No final de agosto, o Novo Banco revelou que mais de 50% dos emigrantes já tinham aceite a proposta, o que corresponde a mais de 3.500 dos 7.000 clientes. Ao total dos clientes em causa correspondem aplicações no valor global de 720 milhões de euros.

A Lusa solicitou ao Novo Banco a informação mais recente sobre o nível de adesão, mas fonte oficial da instituição financeira disse que a entidade não fala sobre o assunto até os números estarem completamente fechados, o que só deverá acontecer mais para meados da próxima semana.

No início do mês, a CMVM informou que o Novo Banco ia enviar um documento informativo simplificado com a solução comercial que o Novo Banco propôs aos clientes que compraram produtos BES, para reaverem as poupanças, até ao dia 08 de setembro.

"Todos os clientes terão a possibilidade de tomar uma decisão, incluindo a de reformular a sua decisão original, desde que a respetiva comunicação seja recebida no Novo Banco até às 24:00 horas do dia 18 de setembro de 2015", escreveu na altura o supervisor do mercado de capitais português.

Na altura, o Movimento dos Emigrantes Lesados (MEL) reagiu e considerou que a solução comercial que o Novo Banco propôs aos clientes não se adequa ao seu perfil de risco, sendo demasiado complexa.

A entidade criticou ainda que o Novo Banco peça aos clientes que aceitam essa proposta que "reconheçam que não compraram depósitos, mas ações preferenciais", naquilo que considerou uma confissão para evitar processos em tribunal.

Lusa

  • Venda do Novo Banco adiada para 2016
    1:43

    Queda do BES

    O Banco de Portugal terminou as negociações para a venda do Novo Banco mas sem acordo com os três candidatos, o que o que leva a um adiamento para 2016. Os chineses da Fosun já reagiram à decisão do Banco de Portugal e copmpreendem as razões que dizem ser norteadas pela redução da incerteza quanto às necessidades de capital do Novo Banco.

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Presidente do Montepio tranquiliza clientes do banco
    1:58

    Economia

    O presidente do Montepio garante que os clientes do banco podem estar seguros e reafirma que a instituição não tem qualquer exposição à Associação Mutualista. No programa da SIC Notícias Negócios da Semana, José Félix Morgado assumiu que é preciso separar ainda mais as duas instituições.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.