sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Novo Banco anuncia que solução para emigrantes deverá estar concluída em abril de 2016

O Novo Banco anunciou hoje que a solução comercial para os clientes emigrantes, detentores de ações preferenciais dos veículos Poupança Plus, Top Renda e EuroAforro 8, deverá estar concluída "no decorrer de abril de 2016".

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Em comunicado, a instituição liderada por Stock da Cunha diz ser "expectável que o processo de liquidação e a implementação da solução comercial - entrega das obrigações e constituição dos depósitos a prazo aplicáveis - seja concluído no prazo de três meses a contar da data de início da votação, isto é, no decorrer de abril de 2016".

O Novo Banco acrescenta que no dia 12 de janeiro próximo "terá início o período de votação de alteração de estatutos dos veículos, alteração essa que permitirá o exercício da opção de liquidação em espécie das ações preferenciais".

O período de votação de cada um dos veículos "terminará no dia 02 de fevereiro de 2016, às 17:00 de Portugal continental, ficando a respetiva documentação disponível para consulta nos balcões e 'site' do Novo Banco durante o período de votação".

A instituição financeira esclarece que os clientes que aderiram à solução comercial apresentada pelo Novo Banco, que teve a adesão de 80% dos clientes detentores de ações preferenciais e 77% do número de ações preferenciais emitidas pelos veículos, "asseguram a maioria necessária de instruções de voto para deliberar a alteração dos estatutos de cada um dos veículos".

Assim, explica o Novo Banco, ao abrigo dos poderes a si conferidos, "irá votar e exercer a opção de liquidação para os clientes que aderiram à solução comercial, não sendo necessária nenhuma diligência adicional da parte destes".

Relativamente aos clientes emigrantes que não aderiram à solução comercial apresentada pelo Novo Banco, já não será possível a sua adesão, mas poderão "participar na votação e exercer a opção de liquidação", mas "deverão entrar em contacto com o Novo Banco até 02 de fevereiro de 2016 para transmitirem as respetivas instruções".

Na terça-feira, cerca de uma centena de emigrantes manifestaram-se em frente às instalações do Novo Banco, na avenida dos Aliados, no Porto, reclamando a devolução de poupanças depositadas na instituição.

"Estamos convencidos de que este Governo vai ajudar à devolução das nossas poupanças, que temos depositadas a prazo", declarou à Lusa Luís Marques, emigrante em França há mais de 30 anos, que se disse porta-voz do grupo de manifestantes.

Os manifestantes chegaram a tentar levantar uma barreira de segurança montada pela polícia, que também tinha no local agentes do corpo de intervenção, ao mesmo tempo que o acesso ao interior daquela instituição bancária se manteve interdita.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.