sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Pharol vai processar Zeinal Bava por responsabilidade dos investimentos no GES

A Pharol vai processar o seu ex-presidente-executivo (CEO), Zeinal Bava, por responsabilidade nos investimentos na dívida do Grupo Espírito Santo (GES), depois de ter feito o mesmo a outros envolvidos, divulgaram dois meios de comunicação na sexta-feira.

Zeinal Bava (Arquivo)

Zeinal Bava (Arquivo)

STEVEN GOVERNO / Lusa

A possibilidade desta queixa tinha sido admitida pelo presidente da administração da Pharol, Luís Palha da Silva, no final da assembleia-geral de 04 de novembro último.

A intenção da Pharol (ex-Portugal Telecom SGPS) foi divulgada hoje nos sítios na internet do Jornal de Negócios e Observador e está contida na "ação de responsabilidade" que a empresa apresentou na quinta-feira contra a auditora Deloitte.

A ação contra a Deloitte foi apresentada por a empresa entender que esta violou "os (seus) deveres contratuais, nomeadamente como Auditor Externo da Pharol, e que foram causa adequada dos prejuízos sofridos com as aplicações em instrumentos de dívida emitidos por sociedades integrantes do Grupo Espírito Santo".

Nesta ação "é peticionada indemnização correspondente à diferença entre o valor de 897.000.000,00 euros e aquele que a Pharol vier a receber no âmbito do processo de insolvência da Rioforte, bem como os demais danos que se vierem a apurar e acrescido dos juros de mora vincendos, contabilizados desde a data da citação até efetivo e integral pagamento", lê-se num comunicado enviado pela Pharol à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Zeinal Bava é responsabilizado, no texto da ação citado por aqueles meios, designadamente pelas aplicações consideradas ilegítimas em dívida do GES e por não cumprir o que era esperado da função de auditoria interna, que controlava diretamente.

Com efeito, acusou a Pharol, Bava "nunca deu instruções para que fossem implantados sistemas de controlo interno que impedissem a realização dos investimentos em violação dos estatutos, dos normativos e políticas da empresa".

Acrescentou inclusive que "bem se compreende que não o fizesse, pois não pretendia revelar nos documentos de reporte financeiro esses investimentos por si decididos que bem sabia serem ilícitos".

A Pharol admitiu também vir a processar outro CEO, Henrique Granadeiro, e o ex-diretor financeiro (CFO), Pacheco de Melo, uma vez que, justificou, "como se veio a apurar, só os CEO [Zeinal Bava e Henrique Granadeiro] e CFO [Pacheco de Melo] é que participaram ativamente nos ilícitos investimentos em Instrumentos de Dívida [do GES] geradores dos enormes prejuízos".

Em 02 de outubro, a Pharol anunciou que deu entrada no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa uma primeira ação de responsabilidade contra os ex-administradores Henrique Granadeiro, Pacheco de Melo e Amílcar Pires (em representação do BES) devido aos investimentos na Rioforte. A apresentação desta ação tinha sido deliberada na assembleia-geral de 31 de julho.

Lusa

  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.