sicnot

Perfil

Queda do BES

Costa acusa Banco de Portugal de atuação lamentável no caso BES

Costa acusa Banco de Portugal de atuação lamentável no caso BES

O primeiro-ministro acusa o Banco de Portugal de estar a atrasar e a impedir a solução que permitirá aos clientes do antigo BES reaverem as poupanças. António Costa diz que a atuação do supervisor tem sido lamentável e irresponsável.

  • Costa acusa Banco de Portugal de atrasar e impedir solução para lesados do BES
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro acusa o Banco de Portugal de estar a atrasar e a impedir a solução que permitirá aos clientes do antigo BES reaverem as poupanças. Em causa, um mecanismo de mediação e arbitragem proposto pelo Governo. António Costa, que esta manhã esteve reunido com um grupo de lesados, diz que a atuação do supervisor tem sido lamentável e irresponsável.

  • Novo Banco com prejuízos de 800 milhões em 2015
    1:38

    Queda do BES

    O Novo Banco teve prejuízos de 800 milhões de euros em 2015. O valor negativo recorde vai ser anunciado na próxima semana. É, em parte, explicado por grandes empréstimos herdados do BES que se revelaram incobráveis. Já os resultados operacionais do banco, os que se referem à operação bancária propriamente dita, já estão positivos, o que pode facilitar o processo de venda, que vai ser lançado em breve.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41