sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Lesados do BES recebidos amanhã pela 1ª vez pelo Banco de Portugal

Representantes da Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) do Grupo Espírito Santo (GES), comprado aos balcões do BES, vão ser recebidos pela primeira vez na quarta-feira pelo Banco de Portugal, segundo fonte próxima das negociações.

FERNANDO VELUDO/ LUSA (ARQUIVO)

O encontro está ainda a ser preparado e nem o Banco de Portugal nem a AIEPC confirmaram à Lusa a reunião, escusando-se ambos a fazer comentários, mas, segundo fonte próxima das negociações, a reunião está marcada para as 17:00 de quarta-feira na sede do Banco de Portugal, em Lisboa.

O problema dos lesados que compraram papel comercial de sociedades do GES nos balcões do antigo BES já foi objeto de uma reunião na passada quinta-feira, entre o Banco de Portugal (BdP), a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e um representante do Governo.

Um dia antes, na passada quarta-feira, o primeiro-ministro, em Aveiro, acusou o BdP de estar "a arrastar uma decisão" sobre este processo, dizendo que está a impedir uma solução já aceite pelas partes.

Questionado sobre se o governador do BdP, Carlos Costa, devia deixar a liderança da instituição, António Costa respondeu que "o BdP goza de independência e o governador goza de um estatuto próprio.

"Tenho que lamentar a forma como a administração do Banco de Portugal tem vindo a arrastar uma decisão sobre esta matéria, a impedir que rapidamente a solução proposta pelo Governo e aceite pela maioria dos lesados do BES pudesse estar já implementada", criticou nesse dia, manifestando esperança que "tão rapidamente quanto possível o BdP assuma a postura responsável que todas as entidades públicas e privadas estão disponíveis assumir".

O Governo propôs um mecanismo de conciliação, mediação e arbitragem.

Lusa

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12
  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42

    Mundo

    Depois da crise dos telemóveis Samsung Note 7 com bateria defeituosa que podia explodir, a marca tinha que lançar um aparelho inovador. O S8 foi anunciado esta quarta-feira em Londres. O repórter da SIC, Lourenço Medeiros, foi ver como é.

    Enviado SIC