sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Mário Centeno espera vender Novo Banco no espaço de um ano

O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse hoje que o Governo estima vender o Novo Banco em 12 meses, considerando que o prolongamento do período de venda do banco "não ajuda" o Estado.

Em entrevista à agência financeira Bloomberg, em Londres, Mário Centeno disse que o executivo socialista está a acompanhar de perto o processo de alienação do Novo Banco e que uma venda bem-sucedida é "muito importante" para o sistema financeiro português.

O Governo espera que a venda do Novo Banco ocorra nos próximos doze meses, segundo o ministro, que considerou que "o atraso não ajuda" o Estado.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro, António Costa, lembrou que a venda do Novo Banco deve ser feita, de acordo com os compromissos assumido com Bruxelas, até agosto de 2017, e que há tempo para "bem decidir o que tem de ser decidido".

António Costa considerou que "a obtenção deste prazo visa sobretudo diminuir a ansiedade das senhoras e senhores jornalistas, a preocupação de todos nós, e sabermos que temos tempo para, em conformidade, bem decidir o que tem de ser decidido, no momento próprio e em tranquilidade".

Já hoje em entrevista à Bloomberg, o ministro das Finanças afirma que os juros da dívida acima de 10% são uma coisa do passado, defendendo que uma das tarefas do Governo é "tranquilizar os mercados" e deixar "o compromisso muito firme de que esses tempos já passaram".

Mário Centeno defendeu ainda que é necessário um esforço conjunto entre o Banco Central Europeu (BCE) e os países da União Europeia para evitar picos das taxas de juro da dívida pública.

Já no que diz respeito às finanças públicas, Mário Centeno disse que o Governo está "muito comprometido em manter o processo de consolidação orçamental, para refrear o rácio da dívida face ao Produto Interno Bruto (PIB)".

O ministro reiterou que Portugal não vai precisar de medidas de consolidação orçamental extraordinárias: "Não pensamos que será necessário. O plano A é muito exigente mas é um plano que, na sua maioria, depende da nossa ação e acreditamos que seremos capazes de corresponder", afirmou.

O governante adiantou que Portugal não vai iniciar o debate sobre a renegociação da dívida pública, considerando que "esse é um assunto a ser tratado a um nível europeu".

"Não vamos promover esse processo", afirmou.

Lusa

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.