sicnot

Perfil

Queda do BES

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas. O antigo líder do BES foi condenado pelo Banco de Portugal ao pagamento de uma multa de 4 milhões de euros e fica ainda inibido de qualquer atividade no setor finaceiro durante 10 anos. O Banco de Portugal condenou também outros oitos antigos gestores do banco.

  • Manuel Pinho exigiu reforma antecipada para aceitar cargo no Governo de Sócrates
    1:53

    País

    Manuel Pinho, antigo ministro da Economia do governo de José Sócrates, exigiu ao BES uma reforma antecipada como condição para aceitar o cargo no governo. Ricardo Salgado terá avisado o ex-ministro que deveria reforçar o pedido, pouco antes da queda do banco. Entretanto, Pinho processou o Novo Banco por nunca lhe ter sido atribuída uma pensão e exige mais de 7 milhões de euros.

  • Ricardo Salgado condenado por gestão ruinosa e falsas informações
    1:57

    Queda do BES

    Ricardo Salgado foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar 4 milhões de euros e fica ainda inibido de voltar ao setor financeiro durante 10 anos. O Expresso de amanhã revela todos os pormenores do processo de contraordenação, que descobriu os culpados pela ocultação da dívida do Grupo Espírito Santo. Salgado, líder do império Espírito Santo, é responsável por cinco ilegalidades: práticas de atos de gestão ruinosa com dolo, prestação de informações falsas, violação das regras sobre conflitos de interesses, por não ter avançado com um sistema de gestão de risco sólido e eficaz com dolo e, ainda por não ter implementado um sistema de informação com dolo.

  • Salgado terá escondido parte da dívida do Grupo Espírito Santo
    2:52

    Queda do BES

    Ricardo Salgado foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar 4 milhões de euros e não vai poder voltar ao setor financeiro durante 10 anos. O Expresso deste sábado revela as conclusões do processo de contra-ordenação, que descobriu os culpados pela ocultação da dívida do grupo. Salgado, líder do império Espírito Santo, é responsável por cinco ilegalidades: entre elas, gestão ruinosa e falsas informações. Salgado terá dado ordens, desde 2008, para esconder parte da dívida do Grupo Espírito Santo. O Banco de Portugal concluiu que foi Ricardo Salgado quem mandou vender dívida da ESI nos balcões do BES.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho