sicnot

Perfil

Queda do BES

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas

Ricardo Salgado terá ordenado que as contas do Grupo Espírito Santo fossem mascaradas. O antigo líder do BES foi condenado pelo Banco de Portugal ao pagamento de uma multa de 4 milhões de euros e fica ainda inibido de qualquer atividade no setor finaceiro durante 10 anos. O Banco de Portugal condenou também outros oitos antigos gestores do banco.

  • Manuel Pinho exigiu reforma antecipada para aceitar cargo no Governo de Sócrates
    1:53

    País

    Manuel Pinho, antigo ministro da Economia do governo de José Sócrates, exigiu ao BES uma reforma antecipada como condição para aceitar o cargo no governo. Ricardo Salgado terá avisado o ex-ministro que deveria reforçar o pedido, pouco antes da queda do banco. Entretanto, Pinho processou o Novo Banco por nunca lhe ter sido atribuída uma pensão e exige mais de 7 milhões de euros.

  • Ricardo Salgado condenado por gestão ruinosa e falsas informações
    1:57

    Queda do BES

    Ricardo Salgado foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar 4 milhões de euros e fica ainda inibido de voltar ao setor financeiro durante 10 anos. O Expresso de amanhã revela todos os pormenores do processo de contraordenação, que descobriu os culpados pela ocultação da dívida do Grupo Espírito Santo. Salgado, líder do império Espírito Santo, é responsável por cinco ilegalidades: práticas de atos de gestão ruinosa com dolo, prestação de informações falsas, violação das regras sobre conflitos de interesses, por não ter avançado com um sistema de gestão de risco sólido e eficaz com dolo e, ainda por não ter implementado um sistema de informação com dolo.

  • Salgado terá escondido parte da dívida do Grupo Espírito Santo
    2:52

    Queda do BES

    Ricardo Salgado foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar 4 milhões de euros e não vai poder voltar ao setor financeiro durante 10 anos. O Expresso deste sábado revela as conclusões do processo de contra-ordenação, que descobriu os culpados pela ocultação da dívida do grupo. Salgado, líder do império Espírito Santo, é responsável por cinco ilegalidades: entre elas, gestão ruinosa e falsas informações. Salgado terá dado ordens, desde 2008, para esconder parte da dívida do Grupo Espírito Santo. O Banco de Portugal concluiu que foi Ricardo Salgado quem mandou vender dívida da ESI nos balcões do BES.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.