sicnot

Perfil

Queda do BES

Grupo de trabalho reúne-se pela 11ª vez para encontrar solução para lesados do BES

Grupo de trabalho reúne-se pela 11ª vez para encontrar solução para lesados do BES

Os lesados do BES reúnem com representantes do Governo, do banco e dos supervisores na sede da CMVM. Trata-se de mais um encontro do grupo de trabalho, que deverá fechar os últimos detalhes da solução. Implica a criação de um Fundo de Indemnização que permitirá aos lesados reaverem a maioria do dinheiro aplicado.

  • Fundo de indemnização vai adiantar dinheiro aos mais de 2 mil lesados do BES
    1:54

    Queda do BES

    Está praticamente fechada uma solução para devolver aos mais de 2 mil lesados do BES uma parte do que perderam com o colapso do banco. Vai ser criado um fundo de indemnização, que adiantará dinheiro aos lesados. Uma boa parte desse dinheiro virá da apreensão dos bens de Ricardo Salgado e ex-administradores do Grupo Espírito Santo, no valor de 1.800 milhões de euros.

  • António Costa diz que os emigrantes foram enganados pelo BES
    2:21

    Queda do BES

    O primeiro-ministro diz que é preciso fazer justiça e resolver o problema dos emigrantes que foram enganados pelo Banco Espírito Santo. O presidente da República também diz que vai estar atento aos problemas de quem perdeu tudo. Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa falaram esta manhã em Champigny-sur-Marne, nos arredores de Paris, onde milhares de portugueses viveram nos anos 60 e 70.

  • Costa e Marcelo em sintonia no apoio aos emigrantes lesados do BES
    1:17

    Queda do BES

    Nem o Presidente da República nem o Primeiro-ministro esqueceram os emigrantes lesados do BES nos discursos desta manhã. Marcelo Rebelo de Sousa garante que está atento às dificuldades dos que viram poupanças desaparecer de repente. António Costa diz que o Governo e a Presidência estão em sintonia no que toca a garantir os direitos àqueles que foram enganados pelo banco.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.