sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Alteradas condições dos empréstimos para financiar medida de resolução do BES

O Fundo de Resolução do BES informou esta quinta-feira, em comunicado, que as condições dos empréstimos para financiamento da medida de resolução aplicada ao Banco Espírito Santo foram alteradas e podem ser pagas até 31 de dezembro de 2017.

"Na sequência das alterações entretanto acordadas com o Estado e com os bancos, ambos os empréstimos passaram a ter vencimento em 31 de dezembro de 2017, sem prejuízo de possibilidade de reembolso antecipado ou de serem acordadas novas alterações", refere o Fundo da Resolução, em comunicado.

O Fundo de Resolução foi criado em 2014 para financiar o Novo Banco com empréstimos do Estado e um conjunto de oito instituições de crédito.

O Estado concedeu um empréstimo de 3.900 milhões de euros, enquanto as instituições de crédito fizeram um empréstimo no valor de 700 milhões de euros.

A Caixa Geral de Depósitos, o Banco Comercial Português, o BPI, o Banco Santander Totta, a Caixa Económica Montepio Geral, o Banco Popular, o BIC português e a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo foram as instituições de crédito que financiaram os 700 milhões de euros.

"A taxa de juro de ambos os empréstimos passou a corresponder a uma taxa de 0,7% acrescida de uma comissão base no valor de 0,15% e de um 'spread' de 0,35% que será sucessivamente adicionado, em cada período de três meses, contados a partir de 04 de agosto de 2016, de um spread adicional e cumulativo de 0,05% em termos equiparáveis à fórmula de cálculo até agora em vigor", salienta no comunicado o Fundo de Resolução.

Assim, continua o Fundo de Resolução no comunicado, a "taxa de juro a aplicar ao período de três meses contados a partir de 04 de agosto de 2016 será de 1,25%".

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.