sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Novas buscas ao "Universo Espírito Santo"

O Ministério Público constituiu 11 arguidos, nove pessoas singulares e duas coletivas, na sequência de investigações relacionadas com o chamado "Universo Espírito Santo", esclareceu esta quarta-feira a Procuradoria-Geral da República (PGR) em comunicado.

No documento a PGR explica que foram feitas buscas a três domicílios, a um escritório de advogado e às instalações de quatro sociedades, em Lisboa, Porto e Torres Vedras.

No comunicado esclarece-se que correm termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) sete inquéritos autónomos e 220 inquéritos apensos a um dos primeiros, todos relacionados com o denominado "Universo Espírito Santo".

Os inquéritos apensos, adianta-se, respeitam a queixas apresentadas por pessoas que se consideram lesadas pela atividade desenvolvida pelo BES e pelo GES.

"Em causa estão suspeitas da prática de crimes burla qualificada, falsificação de documento, falsidade informática, fraude fiscal, infidelidade, abuso de confiança, branqueamento e corrupção no setor privado", diz a PGR.

A Procuradoria lembra ainda no comunicado que as investigações estão a cargo de sete magistrados do Ministério Público do DCIAP e que está ainda constituída uma equipa multidisciplinar de seis magistrados de outras jurisdições.

Esta equipa intervém apenas em questões específicas, relacionadas designadamente com o arresto de bens/recuperação de ativos, questões cíveis e de insolvência.

Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.