sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia desmente a possibilidade de um referendo sobre a permanência do país no euro

O Governo grego desmente a possibilidade de um referendo sobre a permanência da Grécia no euro que tinha sido avançada este domingo. Mas admite, no entanto, a realização de eleições antecipadas se Bruxelas não aceitar o plano do ministro grego das Finanças.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Um porta-voz do Governo de Tsipras veio, esta tarde, desmentir o título de uma entrevista de Varoufakis ao jornal italiano "Corriere de la Sera", que falava na hipótese de um referendo sobre o euro. O Governo explica que quando falou de referendo, Varoufakis referia-se a uma consulta pública sobre a política do Executivo liderado pelo Syriza. 

Admite, contudo, um cenário de eleições antecipadas, mas sublinha que é uma hipótese pouco provável, uma vez que Atenas espera chegar a acordo com o Eurogrupo. Os ministros das Finanças da zona euro reúnem-se na próxima segunda-feira para discutir as propostas gregas.
  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.