sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Presidente do Eurogrupo não crê que seja adiantado dinheiro à Grécia este mês

O presidente do Eurogrupo, o holandês Jeroen Dijsselbloem, disse hoje não acreditar que os parceiros europeus adiantem este mês dinheiro à Grécia para solucionar os seus problemas de liquidez. 

© Francois Lenoir / Reuters

As declarações de Dijsselbloem, que foram feitas numa entrevista ao jornal holandês Volkskrant, ocorrem na véspera de uma reunião em Bruxelas dos ministros das Finanças da zona euro ainda com a Grécia a dominar os trabalhos. 

"A Grécia tem uma necessidade urgente de dinheiro porque parece ter os cofres quase vazios, mas tem de dar algum passo antes de receber dinheiro. Não creio que isso aconteça este mês", afirmou o também ministro das Finanças da Holanda. 

Dijsselbloem afirmou que quando as pessoas ouvem falar de um acordo com a Grécia, pensam que é para dar mais dinheiro, mas disse que as coisas funcionam de forma diferente.

"Só damos dinheiro quando os gregos mostrarem que deram passos", afirmou.

A 20 de fevereiro, os parceiros europeus da Grécia comprometeram-se, após duras negociações, a prolongar a assistência financeira ao país, em troca de um programa de reformas apresentado por Atenas e considerado credível. Só depois de avaliados os resultados será desbloqueada a próxima tranche do empréstimo concedido.

Sobre uma possível saída da Grécia do euro, o presidente do Eurogrupo disse que ninguém neste momento quer que isso aconteça.

"Todos julgam que a Grécia deve continuar no caminho da recuperação. Isso não acontece só e não é fácil", acrescentou.

Dijsselbloem afirmou que na Grécia se aponta a Europa como fonte dos problemas, o que considerou estar relacionado com o programa "incrivelmente pesado" que o país tem suportado.

"Estamos dispostos a continuar a apoiar a Grécia para que esta siga na zona euro", mas "tem que haver os ajustamentos necessários para que o país seja financeiramente independente".

Sobre os seus dois anos como presidente do Eurogrupo, o ministro holandês disse que gostou da experiência e gostaria de repetir, mas salientou que a decisão "depende dos ministros".

Questionado sobre se deixaria o Governo holandês caso fosse eleito para o cargo de presidente do Eurogrupo e este fosse permanente, Dijsselbloem disse que conciliaria as duas funções para não se tornar um "tecnocrata" de Bruxelas.

Lusa
  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.