sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

BCE reforça linha de liquidez dos bancos gregos em 600 milhões

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu reforçar hoje a linha de emergência de liquidez para os bancos da Grécia em 600 milhões de euros, para cerca de 69.400 milhões de euros, avançou hoje a agência Bloomberg.

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu (BCE) (Reuters/ Arquivo)

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu (BCE) (Reuters/ Arquivo)

REUTERS

O Conselho de Governadores do BCE reuniu-se hoje por telefone para definir o montante para aumentar a linha de emergência (Emergency Liquidity Assistance -- ELA -, na sigla em inglês), que já tinha sido reforçada em 500 milhões de euros para 68.800 milhões de euros a 05 de março, de acordo com fontes ligadas ao processo citadas pela agência de informação financeira Bloomberg.

Está previsto que os governadores revejam o montante da linha novamente a 18 de março, a próxima quarta-feira.

Os bancos gregos não absorveram todos os fundos da ELA disponíveis no anterior teto e dispõem ainda de 3.500 milhões de euros, disse uma fonte oficial do Banco da Grécia.

O BCE está a rever os limites da linha semanalmente, refletindo "o receio" de que os bancos utilizem os fundos disponíveis na ELA para financiar o Governo grego, disse hoje o presidente do Bundesbank (banco central alemão), Jens Weidmann, à Bloomberg, em Frankfurt, depois da decisão tomada pelos governadores.


Lusa
  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC