sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bruxelas avisa que a Grécia precisa de passar da "vontade política" às "ações"

 A Comissão Europeia disse hoje que não basta uma "forte vontade política" para negociar as reformas e resolver os problemas de liquidez da Grécia, mas que é preciso ir mais longe e passar a "ações e progressos".

© Hannibal Hanschke / Reuters

"Nesta fase, uma forte vontade política por si só não é suficiente, é preciso passar a ações e progressos", disse hoje o porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, na conferência de imprensa diária, em Bruxelas. 

Na minicimeira da passada quinta-feira à noite, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, assumiu o compromisso de entregar "nos próximos dias" uma lista completa de reformas específicas às instituições credoras, Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI), o que deverá permitir à Grécia obter fundos pendentes do segundo resgate e que são cruciais perante as dificuldades de liquidez do país.

"Estamos agora à espera dessa lista", acrescentou o porta-voz, declarando que se há "momentos para palavras e declarações" o momento agora é "de trabalhar".

Margaritis Schinas recusou, no entanto, comentar a carta enviada a 15 de março pelo primeiro-ministro grego à chanceler alemã e divulgada pelo Financial Times.

Nessa carta, que terá estado na origem da minicimeira em Bruxelas na semana passada, Tsipras avisou Angela Merkel que "seria impossível" para Atenas assegurar o serviço da dívida nas próximas semanas se não fosse libertada a curto prazo assistência financeira ao país.      

É mesmo referida a possibilidade de a Grécia ter de escolher entre pagar salários e pensões ou o serviço de dívida, com a Grécia a ser muita crítica para com as limitações impostas pelo Banco Central Europeu, como a restrição de aumentar a emissão de bilhetes do tesouro, quando o país não consegue praticamente aceder aos mercados financeiros. 

O primeiro-ministro da Grécia pede a Merkel que não permita que a falta de um "pequeno fluxo de caixa" se transforme num grande problema para a Grécia e a Europa.

"Essa carta é do dia 15. Hoje estamos a 23. Muitas coisas aconteceram desde então", afirmou hoje o porta-voz da Comissão Europeia.

Schinas também não quis revelar se desde a minicimeira da semana passada -- que durou mais de três horas e meia e em que participaram, além de Alexis Tsipras e de Angela Merkel, o Presidente francês, François Hollande, o presidente do BCE, Mario Draghi, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, -- melhoraram as condições de trabalho das equipas técnicas que estão em Atenas. Fontes europeias têm dito que os peritos se deparam com várias dificuldades para acederem aos dados das finanças helénicas.

Merkel e Tsipras encontram-se hoje à tarde em Berlim, no seu primeiro encontro bilateral, perante as informações de que Atenas tem dinheiro apenas para mais umas semanas e as prováveis exigências de reparações de guerra da Grécia à Alemanha.

Lusa

  • Tsipras na Alemanha para desbloquear ajuda europeia
    2:28

    Economia

    O primeiro-ministro grego vai reunir-se com Angela Merkel, esta tarde, em Berlim. Deverá apresentar a lista completa e detalhada de reformas com que a Grécia se comprometeu. O encontro está a gerar grande expectativa, uma vez que os cofres gregos só têm dinheiro para salários e pensões até Abril.

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.