sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Juncker menos pessimista em relação à Grécia

O presidente da Comissão Europeia disse hoje que está menos pessimista quanto à situação da Grécia e às negociações com os credores, acrescentando que as reformas a apresentar por Atenas deverão chegar no máximo até ao início da próxima semana.

Presidente do Eurogrupo, Jean Claude Junker

Presidente do Eurogrupo, Jean Claude Junker

Na sessão plenária de hoje do Parlamento Europeu, em Bruxelas, Jean-Claude Juncker contou que falou na terça-feira com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e que este lhe disse que as reformas concretas pedidas pelos parceiros europeus serão apresentadas até final desta semana ou, no máximo, no início da próxima semana.

"Admito que estava pessimista ao longo dos últimas semanas, porque não havia progressos, mas agora voltamos a ter um processo normalizado e penso que vamos chegar a uma conclusão favorável, tanto para a Grécia -- que eu tanto gosto -- como para a União Europeia", disse Juncker, no debate com os deputados sobre as conclusões do Conselho Europeu da semana passada.

À margem dessa reunião que juntou os chefes de Estado e de Governo dos 28 Estados-membros, realizou-se uma minicimeira entre líderes europeus e o primeiro-ministro grego, em que Tsipras assumiu o compromisso de entregar uma lista completa de reformas específicas às instituições credoras - Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) - para que o país possa aceder aos fundos pendentes do segundo resgate e que são cruciais perante as graves dificuldades de liquidez dos cofres públicos gregos.

Juncker disse ainda que quando essa lista chegar será analisada pelas instituições, que formam o  'Grupo de Atenas' (nome com que foi rebatizada a 'troika', termo que não agradava ao novo executivo helénico), para verificar se estão em linha com o pretendido e a sua viabilidade.

"Depois das avaliações feitas, o processo pode a partir daí avançar da melhor forma possível", acrescentou Juncker, o que deverá passar pela marcação de uma nova reunião dos ministros da economia e das finanças da zona euro (Eurogrupo).

O Governo grego já disse que as reformas a apresentar aos parceiros europeus não contêm medidas de austeridade e serão baseadas na lista de propostas que o ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, já apresentou em fevereiro.

Lusa

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.