sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia coloca 1.137 M€ de dívida a curto prazo a juro de 2,97%

A Grécia colocou hoje 1.137,5 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a 182 dias a um juro de 2,97%, igual ao do anterior leilão comparável realizado a 04 de março passado.

© Kostas Tsironis / Reuters

Este foi o primeiro leilão efetuado depois do Banco Central Europeu (BCE) ter dado indicações para os quatro principais bancos gregos não comprarem obrigações helénicas, segundo a Agência de Gestão da Dívida Pública grega (PDMA), citada pela agência de notícias espanhola EFE.

A taxa de juro deste leilão foi igual à da colocação efetuada a 04 de março de 2015, com a procura a superar em 1,30 vezes a oferta.

O Estado grego esperava financiar-se em 875 milhões de euros, pelo que a venda de dívida de curto prazo ficou acima da oferta inicial, refere em comunicado.

No leilão de 04 de março, a Grécia também vendeu Bilhetes do Tesouro nesta maturidade no montante de 1.137,5 milhões de euros, à um juro de 2,97%, enquanto no leilão efetuado a 04 de fevereiro a taxa de juro foi de 2,75%, salienta.

A Grécia, no leilão de 04 de fevereiro colocou 813 milhões de euros de dívida de curto prazo.

A operação de hoje correu melhor que o previsto pelos analistas. Estes esperavam que pelo facto de o BCE ter proibido os quatro principais bancos gregos de aumentarem a sua exposição à dívida helénica de médio e longo prazo faria com que os juros estivessem sob pressão.

O leilão de hoje tem a ver com 1.400 milhões de euros de dívida que vence a 14 de abril e na qual os investidores estrangeiros tinham investido quase 50% do valor global.



Lusa
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07