sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Risco de a Grécia sair do Euro é hoje maior, diz Durão Barroso

O antigo presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso reiterou hoje que o risco de a Grécia sair do Euro é hoje maior, uma vez que os riscos de contágio para os restantes Estados-membros "é muito menor".

© Murad Sezer / Reuters

"O risco para os outros países europeus [devido a uma saída da Grécia do Euro] é muito menor. Em 2008, 2009 e em 2011 fizemos um grande esforço, tudo ao nosso alcance, para manter a Grécia na Zona Euro. Agora há uma maior probabilidade, porque os riscos de contágio são muito menores", disse Durão Barroso, na Cimeira do Conselho Mundial do Turismo e Viagens, em Madrid.

O ex-presidente da Comissão considerou que "seria um erro se a Grécia não ficasse na Zona Euro", mas recordou que a permanência depende de um "acordo com os outros 18 membros da Zona Euro, que está a ser muito difícil".

Por isso mesmo apelou ao "sentido de responsabilidade do Governo grego", porque depende dele "entender que há acordos que devem ser respeitados".

Por outro lado, pediu "flexibilidade dos outros membros" quanto à Grécia, devido "aos tempos difíceis pelos quais os gregos passaram".

"Mas por uma questão de consistência na Zona Euro, não podemos mudar os acordos com a mudança de um Governo", disse.

Uma saída da Grécia da Zona Euro, disse Barroso, "seria o quebrar de um tabu", um sinal de que a União não apoio totalmente os seus membros.

E sublinhou que não foi Bruxelas a criar os problemas gregos, mas sim os governantes helénicos.

"Não é verdade que tenha sido a União Europeia a criar os problemas da Grécia, isso foram os sucessivos governos gregos - com o acumular descontrolado de dívida - e ao terem fornecido dados errados, falsos às estruturas da União", contrapôs ainda Durão Barroso.

O ex-presidente falava no primeiro dia da 15.ª Cimeira do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, que se realizou pela primeira vez este ano em Madrid.



Lusa
  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.