sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Risco de a Grécia sair do Euro é hoje maior, diz Durão Barroso

O antigo presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso reiterou hoje que o risco de a Grécia sair do Euro é hoje maior, uma vez que os riscos de contágio para os restantes Estados-membros "é muito menor".

© Murad Sezer / Reuters

"O risco para os outros países europeus [devido a uma saída da Grécia do Euro] é muito menor. Em 2008, 2009 e em 2011 fizemos um grande esforço, tudo ao nosso alcance, para manter a Grécia na Zona Euro. Agora há uma maior probabilidade, porque os riscos de contágio são muito menores", disse Durão Barroso, na Cimeira do Conselho Mundial do Turismo e Viagens, em Madrid.

O ex-presidente da Comissão considerou que "seria um erro se a Grécia não ficasse na Zona Euro", mas recordou que a permanência depende de um "acordo com os outros 18 membros da Zona Euro, que está a ser muito difícil".

Por isso mesmo apelou ao "sentido de responsabilidade do Governo grego", porque depende dele "entender que há acordos que devem ser respeitados".

Por outro lado, pediu "flexibilidade dos outros membros" quanto à Grécia, devido "aos tempos difíceis pelos quais os gregos passaram".

"Mas por uma questão de consistência na Zona Euro, não podemos mudar os acordos com a mudança de um Governo", disse.

Uma saída da Grécia da Zona Euro, disse Barroso, "seria o quebrar de um tabu", um sinal de que a União não apoio totalmente os seus membros.

E sublinhou que não foi Bruxelas a criar os problemas gregos, mas sim os governantes helénicos.

"Não é verdade que tenha sido a União Europeia a criar os problemas da Grécia, isso foram os sucessivos governos gregos - com o acumular descontrolado de dívida - e ao terem fornecido dados errados, falsos às estruturas da União", contrapôs ainda Durão Barroso.

O ex-presidente falava no primeiro dia da 15.ª Cimeira do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, que se realizou pela primeira vez este ano em Madrid.



Lusa
  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC