sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Moody´s baixa "rating" da Grécia para "Caa4" com perspetiva negativa

A agência de "rating" Moody's baixou hoje a notação da dívida soberana grega de "Caa1" para "Caa2" e manteve a perspetiva negativa, devido à incerteza em relação às possibilidades do país honrar os pagamentos e à debilidade da economia.         

© Kostas Tsironis / Reuters

Num comunicado, a agência britânica sublinha que a desvalorização da notação resulta da "elevada incerteza" em relação ao facto de o Governo estar em condições de chegar a um acordo com os credores em tempo útil para fazer face aos próximos pagamentos. 

Segundo a Moody´s, a esta incerteza junta-se a debilidade da economia e o ambiente político "frágil" que põe em causa a aplicação de um programa de financiamento a médio prazo. 

As negociações entre o Governo grego e os parceiros europeus avançaram muito pouco nos últimos meses, mas ultimamente houve alguns sinais de progressos em relação à obtenção de um acordo. 

Contudo, as margens foram reduzidas significativamente, enquanto as duas partes estão longe de um acordo que restaure, ainda que temporariamente, o financiamento da economia grega. 

Atualmente faz falta uma clara "vontade política" para chegar a um acordo, mas o resultado das negociações continua a ser muito incerto e o risco de uma saída da Grécia da zona euro por "acidente" aumentou, conclui a Moody´s.  

A notação de "Caa2" é atribuída pela Moody´s a títulos que apresentam um risco muito forte de crédito, mas é superior à apresentada numa situação de incumprimento. 

Contudo, a perspetiva negativa atribuida pela Moody´s significa que o "rating" [avaliação] poderá baixar de novo a partir de agora se as negociações se mantiverem num impasse. 

Lusa
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.