sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia diz que equipas técnicas e credores vão começar a redigir acordo

As equipas técnicas envolvidas nas negociações entre a Grécia e os credores vão redigir um projeto de acordo, anunciou hoje fonte governamental grega à agência Reuters.

© Kostas Tsironis / Reuters

A Grécia, que tem problemas de liquidez e corre risco de incumprimento, está desde fevereiro a negociar com os credores (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) um acordo para que seja desbloqueada uma tranche de 7,2 mil milhões de euros do empréstimo concedido ao país em 2012.

"Um projeto de acordo vai começar a ser redigido hoje em Bruxelas", disse a fonte. "O primeiro-ministro grego vai estar em contacto constante com outros dirigentes para facilitar um acordo", acrescentou.

O compromisso envolverá os níveis de excedente orçamental primário (excluindo os encargos com a dívida), a reforma do IVA, uma revisão do sistema de reformas e pensões e a dívida.

Segundo Atenas, a reforma das pensões terá por objetivo limitar as reformas antecipadas e a unificação das distintas caixas de pensões, sem prejuízo de direitos adquiridos.

O Governo grego compromete-se também a realizar um amplo estudo sobre a sustentabilidade do sistema de segurança social, mas não tenciona fazer mais cortes, disseram fontes governamentais.

A reunião do Grupo de Bruxelas deveria começar ao início da tarde, mas foi atrasada devido ao encerramento do espaço aéreo belga provocado por uma avaria no sistema de controlo.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.