sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bruxelas diz que não é esperado hoje acordo da reunião com Tsipras

A Comissão Europeia disse hoje que não é esperado esta noite um desfecho para a situação da Grécia, quando decorre um encontro em Bruxelas entre Jean-Claude Juncker e o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

Reuters

Segundo o porta-voz da Comissão Europeia Margaritis Schinas, a reunião que decorrerá pela hora de jantar (20:30 locais, menos uma hora em Lisboa) acontece depois de um "convite pessoal" do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

"Não esperamos qualquer resultado final esta noite. Isto é uma primeira conversa, não a última", afirmou.

O encontro acontece após meses de negociações infrutíferas entre Atenas e as instituições credoras - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) -- sobre as reformas e medidas orçamentais a serem adotadas pelo país e deverá centrar-se na proposta grega de acordo. 

Segundo a imprensa local, um documento de 46 páginas prevê a reforma do IVA, a unificação gradual dos fundos de pensões, o fim das reformas antecipadas e a aceleração das privatizações. 

Apesar de a proposta dever ter alguns pontos que vão ao encontro das reivindicações dos credores, ainda haverá caminho a trilhar até ser possível um entendimento.

Para a reunião, também terá sido convidado o presidente do Eurogrupo, o holandês Jeroen Dijsselbloem, e poderão estar ainda presentes responsáveis do FMI e do BCE.

Desde fevereiro que decorrem as negociações com a Grécia no âmbito do chamado Grupo de Bruxelas - que reúne as autoridades gregas e Comissão Europeia, FMI e BCE, sendo desde então as questões mais sensíveis o sistema de pensões e o mercado laboral. 

O Governo grego tem garantido que cortar pensões e flexibilizar o mercado de trabalho são 'linhas vermelhas' que recusa ultrapassar.

No entanto, o tempo começa a esgotar-se e nos últimos dias também se intensificaram os contactos e as trocas de documentos.

A situação dos cofres públicos gregos é dramática, sobretudo quando este mês, além de outras obrigações, o país tem de fazer face ao pagamento de 1.500 milhões de euros ao FMI, a começar por 300 milhões de euros esta sexta-feira.

Perante isto, têm-se agravado os receios de um incumprimento grego, uma situação de bancarrota do Estado, e mesmo de uma saída da zona euro.

 
Lusa
  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.