sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Varoufakis quer "substituir a discórdia que traz prejuízo pelo consenso efetivo"

Varoufakis quer "substituir a discórdia que traz prejuízo pelo consenso efetivo"

Os ministros das Finanças da zona euro estão reunidos no Luxemburgo. O impasse nas negociações entre a Grécia e os credores domina os trabalhos. À entrada da reunião, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dusselbloem, disse que é preciso um acordo credível para todas as partes, mas admitiu que poucos avanços têm sido feitos. O ministro das Finanças grego lembrou que o sucesso da União depende de todos. E a diretora do FMI, Christine Lagarde, avisou que não vai permitir mais nenhum atraso no pagamento.

Faltam 12 dias para o fim da extensão do resgate financeiro à Grécia.  Enquanto não houver acordo entre o país e a troika, Atenas não recebe os 7,2 mil milhões de euros em atraso do resgate. Dinheiro que precisa rapidamente, já que até 30 de Junho tem de pagar ao FMI 1,5 mil milhões de euros. 

Caso não o faça, a Grécia pode entrar em bancarrota e abrir as portas para a saída do euro.
  • Eurogrupo reúne-se para resolver impasse grego
    1:56

    Economia

    O impasse grego é o tema principal da reunião desta tarde do Eurogrupo. A falta de um acordo técnico com as autoridades gregas e a troika deixa os ministros das finanças da zona euro de mãos atadas. Não é de esperar qualquer decisão para desbloquear o dinheiro de que a Grécia precisa para pagar no final do mês ao FMI. A pressão é cada vez maior tal como a ameaça de uma saída da Grécia do Euro.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.