sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Tsipras garante que supera objetivos pretendidos pelos credores para 2015 e 2016

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, estimou esta segunda-feira que as propostas do seu Governo relativas aos orçamentos de 2015 e 2016 "ultrapassam os objetivos" pretendidos pelos credores relativos aos excedentes primários.

O chefe do Governo de Atenas explica que para atingir um excedente orçamental primário, isto é, o saldo orçamental depois de excluído o serviço da dívida, equivalente a 1% do produto interno bruto (PIB) em 2015 e 2% em 2016, que parece ser a pretensão dos credores União Europeia e Fundo Monetário Internacional, estes preconizaram que os gregos tomassem medidas orçamentais equivalentes a 1,5% do PIB em 2015 e 2,5% em 2016.

O chefe do Governo de Atenas explica que para atingir um excedente orçamental primário, isto é, o saldo orçamental depois de excluído o serviço da dívida, equivalente a 1% do produto interno bruto (PIB) em 2015 e 2% em 2016, que parece ser a pretensão dos credores União Europeia e Fundo Monetário Internacional, estes preconizaram que os gregos tomassem medidas orçamentais equivalentes a 1,5% do PIB em 2015 e 2,5% em 2016.

JULIEN WARNAND / Lusa

Em carta enviada ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, a que a agência noticiosa AFP teve acesso, Tsipras convida-o a ver a "lista completa" das reformas propostas pelo governo grego no quadro da extensão do programa de assistência financeira à Grécia decidida em 20 de janeiro. 

"Quero também informar-vos de que a resposta do governo grego às pretensões das instituições para cobrir os défices orçamentais de 2015-2016 foi absoluta e completa", garantiu Tsipras.

O chefe do Governo de Atenas explica que para atingir um excedente orçamental primário, isto é, o saldo orçamental depois de excluído o serviço da dívida, equivalente a 1% do produto interno bruto (PIB) em 2015 e 2% em 2016, que parece ser a pretensão dos credores União Europeia e Fundo Monetário Internacional, estes preconizaram que os gregos tomassem medidas orçamentais equivalentes a 1,5% do PIB em 2015 e 2,5% em 2016. 

Ora, especificou Tsipras, as propostas gregas equivalem a um aumento das receitas públicas em 1,51% do PIB em 2015 e 2,87% em 2016.

Por outro lado, Tsipras anunciou que o governo grego sugeriu medidas de natureza "administrativa", equivalentes a 0,91% do PIB em 2015 e 1,31% em 2016. 

"Perante os factos aqui enunciados (...) está claro que não há derrapagens orçamentais e que os objetivos prescritos foram ultrapassados", assegurou. 
Lusa
  • José Gomes Ferreira diz que Governo grego acabou por aceitar a austeridade
    0:51

    Economia

    José Gomes Ferreira lembra que a Grécia foi, de facto, ajudada pelos credores internacionais e que agora acaba mesmo por aceitar a austeridade, que era algo que o Governo de Atenas não queria. Os mercados, diz José Gomes Ferreira, acreditam na possibilidade de um acordo, tendo em conta a última proposta que foi entregue ao comité técnico do Eurogrupo.

  • Sousa Tavares diz que braço de ferro acaba na derrota do Syriza
    1:05

    Crise na Grécia

    Miguel Sousa Tavares, que esteve recentemente na Grécia, lembra que a responsabilidade da situação a que o país chegou é de Atenas, mas também de quem emprestou o dinheiro, e acrescenta que os gregos não querem sair da moeda única nem da União Europeia. por isso, nesta altura, a derrota é sobretudo do Syriza, partido que chegou ao governo a prometer aquilo que não podia cumprir.

  • Passos lembra que escolhas políticas ficam limitadas em emergência financeira
    0:56

    Economia

    Passos Coelho confirma que as instituições europeias vão continuar a trabalhar nas próximas horas para que seja possível chegar a um acordo com a Grécia. No final da cimeira extraordinária de líderes da Zona Euro, o primeiro-ministro lembrou que é preciso uma solução duradoura para a crise grega e avisa que, num contexto de emergência, é preciso abdicar de algumas escolhas políticas.

  • Juncker garante que acordo entre credores e Grécia será alcançado na quarta-feira
    1:06

    Economia

    O presidente da Comissão Europeia garante que a Grécia e os credores vão chegar a um acordo já na próxima quarta-feira, numa nova reunião do Eurogrupo. Jean-Claude Juncker sublinha que as novas medidas apresentadas pelo Governo grego são um passo muito positivo, que vai ao encontro das exigências dos credores. O presidente da Comissão Europeia anunciou ainda a extensão do resgate à Grécia e uma ajuda financeira de 35 mil milhões de euros até 2020.

  • Passos admite que não queria ver Portugal no lugar da Grécia
    1:06

    Economia

    O primeiro-ministro português lembrou esta segunda-feira que ninguém vive num mundo perfeito e que também Portugal teve de adotar medidas difíceis para cumprir o programa de ajuda financeira. Ainda assim, Passos Coelho acredita que não há um tratamento favorável à Grécia e diz mesmo que não queria estar no lugar dos gregos.

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".