sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Juncker admite grande irritação com falta de acordo para a Grécia

Juncker admite grande irritação com falta de acordo para a Grécia

Ainda não há acordo para a Grécia e a decisão final foi adiada para amanhã, mas a tensão é cada vez maior, com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, a confessar mesmo grande irritação. A reunião deste sábado será a quarta na mesma semana e a quinta em dez dias, realiza-a a apenas três dias do final do prazo para o país receber ajuda financeira e pagar ao FMI.

  • Tsipras tem o futuro da Grécia nas mãos

    Economia

    Depois de 5 meses no poder Alexis Tsipras tem o futuro da Grécia nas mãos. O primeiro-ministro grego deverá encontrar-se hoje com a chanceler alemã Angela Merkel e com o presidente francês Francois Hollande, à margem do habitual conselho europeu que volta a juntar hoje os líderes da União em Bruxelas. 

  • Varoufakis garante que Grécia quer continuar na zona euro

    Crise na Grécia

    A Grécia está determinada em permanecer na zona euro. A garantia é do ministro das Finanças de Atenas. Em entrevista à radio irlandesa RTE, Yanis Varoufakis garante que a Grécia fez tudo para acomodar as estranhas exigências dos credores, mas não pode aceitar uma solução inviável para o país. 

  • Grécia domina a reunião agendada para discutir crise migratória na Europa
    3:15

    Mundo

    A reunião do Conselho Europeu tinha como objetivo discutir a crise migratória na Europa. A Grécia acabou por dominar a reunião. A chanceler alemã e o presidente francês consideram que a reunião de amanhã entre os ministros da zona euro é decisiva para um acordo com o primeiro-ministro grego. Ainda assim, os líderes dos 28 estados-membros da União Europeia tiveram tempo para acordar repartir entre si 40 mil refugiados da Síria e Eritreia nos próximos dois anos. A distribuição que será feita com base em quotas voluntárias.

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.