sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Conselho dos Governadores do BCE vai reunir-se "em devido tempo"

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou hoje uma reunião do seu Conselho dos Governadores, que, segundo uma fonte bancária, se realizará no domingo, numa altura em que a Grécia se encaminha para uma situação de incumprimento.

© Alex Domanski / Reuters

"O Conselho dos Governadores do BCE vai reunir-se em devido tempo para discutir a situação", informou num breve comunicado a instituição, sem precisar uma data.

"O BCE segue com atenção os acontecimentos", adianta.

A reunião será "provavelmente" no domingo, disse à agência France Presse uma fonte do setor bancário, e deverá decorrer através do telefone.

O Conselho dos Governadores, que reúne os seis membros do diretório da instituição e os 19 governadores dos bancos centrais dos países da zona euro, toma, entre outras, as decisões sobre a manutenção dos bancos gregos à tona por empréstimos de emergência.

Mas a concessão desses empréstimos pode estar em causa, já que depende da existência de um programa de ajuda ao país em causa e da solvência dos bancos.

Nem uma nem outra das condições parecem estar reunidas hoje depois da zona euro ter indicado não estar pronta a prolongar o programa de ajuda à Grécia além do dia 30 de junho e de Atenas não ter aceitado as condições colocadas na sexta-feira para que houvesse um prolongamento.

Na sexta-feira à noite o Governo grego anunciou a realização de um referendo a 05 de julho, para que o povo grego decida se aceita, ou não, o acordo proposto pelos credores - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e BCE.

Lusa
  • "É um passo muito infeliz de tomar"
    1:08

    Crise na Grécia

    Em conferência de imprensa, o presidente da Eurogrupo confirmou a recusa da extensão do programa para lá de 30 de junho. Dijsselbloem foi claro, disse que a ajuda à Gécia termina na terça-feira à noite. Os gregos tinham pedido uma extensão para levar a cabo um referendo sobre o acordo com os credores, marcar para 5 de julho.

  • Presidente do Eurogrupo diz que Grécia fechou porta a negociações
    1:20

    Crise na Grécia

    O presidente do Eurogrupo diz que está muito surpreendido com esta decisão do governo grego. À entrada para a reunião com os ministros das Finanças, que decorre esta tarde, Jeroen Dusselbloem considerou que a Grécia fechou a porta às negociações ao convocar um referendo. Por sua vez, a diretora do FMI, Christine Lagarde, garante que vai continuar a trabalhar para encontrar um consenso.

  • Gregos divididos sobre referendo
    1:39

    Crise na Grécia

    O governo grego vai convocar um referendo sobre o acordo proposto pelos credores. A consulta popular deverá acontecer no dia 5 de julho. Esta manhã, em Atenas, voltaram a formar-se filas para levantar dinheiro dos bancos.

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.