sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Eurogrupo recusa prolongar programa grego além de 30 de junho

Os ministros das Finanças da zona euro rejeitaram hoje a extensão do programa de assistência financeira à Grécia além de 30 de junho, a próxima terça-feira. O Eurogrupo debate agora as consequências, sem a presença de Varoufakis.

OLIVIER HOSLET

A recusa, noticiada pela France Press, foi já confirmada pelo presidente do Eurogrupo em conferência de imprensa, após cerca de três horas de reunião em Bruxelas. Jeroen Dijsselbloem afirmou que o Eurogrupo teve que "concluir, "lamentavelmente, que o programa vai expirar na terça-feira à noite" e "isso é absolutamente claro neste momento".

O primeiro-ministro grego pediu o prolongamento do programa de ajuda por mais um mês, depois de Tsipras ter anunciado a decisão de convocar  um referendo sobre as propostas dos credores. 

Agora, os ministros das Finanças da zona euro estão de novo reunidos, mas "para discutir consequências" e "preparar passos que seja necessário dar", acrescentou Dijsselbloem, com o objetivo prioritário de "assegurar que a estabilidade da zona euro se mantém ao seu nível mais elevado". O ministro grego, Yanis Varoufakis, já não está presente.

O Eurogrupo foi surpreendido ontem à noite com o anúncio da realização de um referendo a 5 de julho, para que o povo grego decida se aceita, ou não, o acordo proposto pelos credores - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE). 

Desagradado, o Eurogrupo divulgou até um comunicado nesse sentido, uma nota que não foi assinada pelo ministro grego das Finanças.

O pedido da Grécia para estender o programa tinha como objetivo dar tempo de haver uma decisão do povo grego. 
  • "É um passo muito infeliz de tomar"
    1:08

    Crise na Grécia

    Em conferência de imprensa, o presidente da Eurogrupo confirmou a recusa da extensão do programa para lá de 30 de junho. Dijsselbloem foi claro, disse que a ajuda à Gécia termina na terça-feira à noite. Os gregos tinham pedido uma extensão para levar a cabo um referendo sobre o acordo com os credores, marcar para 5 de julho.

  • Gregos divididos sobre referendo
    1:39

    Crise na Grécia

    O governo grego vai convocar um referendo sobre o acordo proposto pelos credores. A consulta popular deverá acontecer no dia 5 de julho. Esta manhã, em Atenas, voltaram a formar-se filas para levantar dinheiro dos bancos.

  • Presidente do Eurogrupo diz que Grécia fechou porta a negociações
    1:20

    Crise na Grécia

    O presidente do Eurogrupo diz que está muito surpreendido com esta decisão do governo grego. À entrada para a reunião com os ministros das Finanças, que decorre esta tarde, Jeroen Dusselbloem considerou que a Grécia fechou a porta às negociações ao convocar um referendo. Por sua vez, a diretora do FMI, Christine Lagarde, garante que vai continuar a trabalhar para encontrar um consenso.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.