sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Filas no multibanco após o anúncio de referendo na Grécia

A convocação de um referendo sobre a aceitação, ou não, da proposta dos credores internacionais aumentou o clima de incerteza na Grécia e levou cidadãos a formarem filas para levantar dinheiro nas caixas multibanco.

© Eurokinissi . / Reuters

Imagens divulgadas nas agências estrangeiras e na rede social Twitter mostram filas de cidadãos em frente a caixas de multibanco, num ambiente calmo, ao início da madrugada de hoje. Em alguns comentários a situação é descrita como consequência do clima de incerteza vivido na Grécia, noutros é referido o facto de ser fim de semana e ser normal haver mais pessoas a levantar dinheiro. 

Os credores da Grécia propuseram a Atenas um pacote de 15,5 mil milhões de euros até ao fim de novembro, caso haja um acordo hoje, para fazer face às obrigações financeiras para com o FMI e o BCE, na reunião extraordinária do Eurogrupo, em Bruxelas, que tem início previsto esta tarde, pelas 14:00 (13:00 de Lisboa). 

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, anunciou na sexta-feira -- já depois da meia-noite (em Atenas), numa mensagem televisiva e após uma reunião de emergência do Governo -- a realização de um referendo na Grécia, para 05 de julho, sobre o texto que possa resultar das negociações no Eurogrupo e com os seus credores. 

Além da continuidade do clima de incerteza vivido na Grécia, o anúncio feito pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, também levou, nas primeiras horas de hoje alguns cidadãos a formarem filas em frente a caixas de multibanco, por receios de uma eventual imposição de medidas de controlo de capitais a partir de segunda-feira.

A formação de filas junto a caixas de multibanco nos subúrbios de Atenas é também referida no Finantial Times, que escreve que o anúncio assustou os gregos, já nervosos perante a incerteza que paira sobre o acordo de resgate. 

A corrida para levantar dinheiro na Grécia já foi reportada noutras ocasiões ao longo do impasse nas negociações entre a Grécia e os credores internacionais. 

Segundo uma reportagem da France 2 divulgada na semana passada, a 18 de junho foram levantados mil milhões de euros dos bancos gregos, elevando para três mil milhões de euros os levantamentos efetuados na mesma semana. 


Com Lusa
  • Estacionamento às portas de Lisboa por 50 cêntimos/dia
    1:55

    País

    Lisboa vai ter novos parques de estacionamento, em zonas periféricas. O estacionamento vai custar 50 cêntimos por dia para condutores que tenham um título de transporte público válido.  A EMEL quer evitar a entrada de tantos carros no centro da cidade.