sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia apresenta contraproposta, Eurogrupo cético

A Grécia confirma que fez uma nova proposta com correções à que foi apresentada pelos credores. A edição online do Financial Times noticiou que o governo helénico estava disposto a ceder aos credores, exigindo no entanto, que sejam feitas pequenas alterações ao documento apresentado na sexta-feira passada. Mas a contraproposta parece não colher consenso no Eurogrupo. Merkel também já disse que não haverá negociações antes do referendo de domingo.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Alex Tsipras enviou uma carta aos digirigentes europeus, ainda ontem à noite, a dar conta da vontade de aceitar a proposta e das alterações que pretende. Entre estas contam-se a manutenção de uma redução do IVA para as ilhas gregas e de um complemento de pensão para os beneficiários mais ricos.

No entanto, o ministro das Finanças alemão já disse hoje que esta nova oferta do primeiro-ministro grego "não é suficientemente clara". Wolfgang Schaeuble acrescentou que "não há base" para negociações sérias com Atenas.

Também uma fonte do Eurogrupo citada pela Reuters adianta que a missiva de Tsipras contém elementos que alguns ministros consideram difíceis de aceitar.

A chanceler alemã, Angela Mekel, reiterou já que, antes do referendo de domingo, não haverá negociações sobre um terceiro resgate.

O novo pedido da Grécia será analisado esta tarde na reunião por teleconferência dos ministros das Finanças da zona euro. O Eurogrupo deveria acontecer esta manhã, mas foi adiado para as 16:30 (hora de Lisboa).

  • Meryl Streep mais uma vez candidata a um Óscar

    Óscares 2017

    Aos 67 anos, Meryl Streep soma mais uma nomeação para aqueles que são os prémios mais cobiçados de Hollywood. A atriz foi nomeada pela interpretação em "Florence, Uma Diva Fora de Tom". Esta é vigésima vez que a Academia reconhece o trabalho da atriz, que já levou o Óscar para casa três vezes.

    Miguel Domingos

  • Polanski recusa presidir aos "César" por caso de violação em 1977
    1:55

    Cultura

    Roman Polanski já não vai presidir à cerimónia dos prémios César, o equivalente aos Óscares em França. A decisão de se afastar foi tomada esta terça-feira pelo próprio cineasta, na sequência da polémica em que se viu envolvido assim que foi convidado. Em 1977, Polanski foi acusado de ter violado uma adolescente de 13 anos, na Califórnia, declarando-se culpado. O realizador foi agora pressionado por associações feministas, redes sociais e pela ministra francesa dos direitos das mulheres. O diretor do Festival de Cannes Thierry Fremaux diz que falou com o realizador e acha que não é necessário "adicionar mais problemas ao problema".

  • Marcelo quer fazer mais e melhor
    0:48
  • "Andem lá com isso!"
    0:42
  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.