sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Principal sindicato apela ao cancelamento do referendo na Grécia

A Confederação Geral dos Trabalhadores Gregos (GSEE), do setor privado, o maior sindicato da Grécia em número de membros, apelou hoje ao Governo para que cancele o referendo convocado para domingo.   

© Eduardo Munoz / Reuters

"A questão em referendo é fonte de divisão (...) nós queremos que seja cancelado", segundo um comunicado da GSEE, enviado após uma reunião do Conselho de Administração.  

O sindicato opõe-se a todas as medidas de austeridade, tomadas pelos credores ou governo, mas também a qualquer possibilidade que impeça a manutenção do país na zona euro ou União Europeia (UE). 

O governo de Atenas enviou terça-feira uma nova proposta aos credores (UE, BCE e FMI) onde se afirma preparado para aceitar as condições exigidas, em troca de uma extensão do programa de resgate que expirou na terça-feira e de um novo empréstimo que foi solicitado também na terça-feira à noite.

A chanceler alemã, Angela Merkel, advertiu ontem que não se pode "começar a negociar" um novo programa de ajuda à Grécia antes da realização do referendo grego.

Lusa

 

  • Alterações nos horários das farmácias têm o objetivo de evitar duplicação de serviços
    1:50
  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),