sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia não vai sair da zona euro, diz primeiro-ministro italiano

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, defendeu hoje que, qualquer que seja o resultado do referendo de domingo, a Grécia não sairá da zona euro, mas fará tudo o que puder para negociar.

© Eric Vidal / Reuters

"Na minha opinião, a Grécia não sairá do euro, fará tudo para chegar a um acordo", declarou Renzi em entrevista à televisão pública italiana Rai 1.

Segundo o chefe do executivo italiano, mesmo se a Grécia abandonasse a moeda única, isso não traria problemas económicos a Itália.

"Nesse caso, evidentemente, seria um fracasso político para todos", acrescentou.

"O que quer que aconteça, a Grécia deverá regressar à mesa das negociações e negociar um programa de ajuda", sustentou Renzi.

O líder italiano, que se reuniu na quarta-feira em Berlim com a chanceler alemã, Angela Merkel, tinha afirmado há alguns dias que o referendo na Grécia equivalia, para os gregos, a uma escolha entre o euro e o dracma.

Entrevistado em Berlim, afirmou ainda que o referendo era "um erro", mas que era necessário respeitar a opção do povo grego.

A União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) pressionaram hoje fortemente a Grécia, a três dias do referendo sobre o plano dos credores de Atenas.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.