sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Grécia precisa de mais 36 mil milhões mesmo com o plano dos credores, alerta FMI

Mesmo se aprovar em referendo o plano dos credores internacionais, a Grécia precisa de um novo empréstimo de 36 mil milhões de euros por parte da União Europeia. A estimativa para os próximos três anos é feita pelo Fundo Monetário Internacional, que garante que a dinâmica da dívida pública grega é insustentável.

© Christian Hartmann / Reuters

"Em cima de uma já muito elevada dívida, as novas necessidades de financiamento tornam a dinâmica da dívida pública insustentável", afirma o Fundo Monetário Internacional (FMI), numa análise à sustentabilidade da dívida da Grécia que data de 26 de junho (dia do anúncio do referendo), mas que foi divulgada hoje.

Para a instituição liderada por Christine Lagarde, "para garantir que a dívida é sustentável, as políticas gregas vão ter de voltar ao caminho definido, mas também, pelo menos, as maturidades dos empréstimos europeus terão de ser estendidas significativamente", enquanto os novos financiamentos europeus, previstos para assegurar as necessidades de financiamento nos próximos anos, "terão de ser garantidos com base em termos concessionais semelhantes". 

No entanto, alerta o FMI, se o "pacote de reformas em consideração for ainda mais enfraquecido -- em particular através de uma redução das metas de excedentes orçamentais primários ou de reformas estruturais menos robustas -- vão ser necessários cortes ['haircut'] na dívida".

A instituição sediada em Washington lembra que numa análise realizada em maio do ano passado, a dívida pública da Grécia "estava a regressar ao caminho da sustentabilidade, embora permanecesse altamente vulnerável a choques".

"No final do verão de 2014, com as taxas de juro a descer, parecia que não seria necessário um alívio da dívida ao abrigo do acordo de novembro de 2012. Mas várias alterações nas políticas desde então -- além de um excedente orçamental primário e um esforço reformista mais fraco -- estão a criar novas necessidades de financiamento", explica o FMI. 

Estas necessidades, aponta a entidade no relatório, podem significar 50.000 milhões entre outubro de 2015 até ao final de 2018, requerendo "novo dinheiro europeu" de pelo menos 36.000 milhões durante esse período de três anos.

O relatório do Fundo foi divulgado numa altura em que os credores internacionais da Grécia decidiram adiar as negociações com o Governo grego para depois do resultado do referendo de domingo.

Os responsáveis pela análise lembram que depois da conclusão do documento, as autoridades gregas encerraram o setor bancário, impuseram um controlo de capitais (na segunda-feira) e não pagaram o reembolso de cerca de 1.500 milhões de euros devido até terça-feira passada, como previsto.

"Estes desenvolvimentos devem ter um impacto significativo e adverso na economia e nas finanças gregas que ainda não foi refletido nesta análise", salvaguardam. 

 

Com Lusa

  • Crise e impasse afastam turistas de Atenas
    2:40

    Crise na Grécia

    O turismo é um setor fundamental para a economia da Grécia. Só o ano passado visitaram este país cerca de 22 milhões de turistas. Mas a crise e as limitações aos levantamentos bancários estão a afastar de Atenas muitos turistas, este verão. A reportagem é dos enviados especiais à Grécia, Anselmo Crespo e Rodrigo Lobo.

  • Varoufakis diz que se demite no caso do "sim" vencer
    0:53

    Economia

    O ministro das Finanças grego vai demitir-se do cargo, caso o "sim" à troika vença o referendo. Numa entrevista à Bloomberg, Yanis Varoufakis foi claro e avisou que não está disposto a assinar o acordo. Garante que continuará a apoiar o Governo, mas no Parlamento, como deputado. Apesar do aviso, o ministro diz estar confiante na vitória do "não" às propostas dos credores.

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.