sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Saída da zona euro será "facilmente" administrável, diz ministro austríaco das Finanças

O ministro austríaco das Finanças, Hans Jörg Schelling, confia numa "solução negociada" para a crise grega, embora acredite que uma saída do país do euro ('Grexit') seria "facilmente administrável" pela Europa.

© Marko Djurica / Reuters

"Creio que vamos chegar a uma solução negociada", afirmou o ministro austríaco, uma das vozes mais críticas do Governo grego nas últimas semanas, numa entrevista publicada hoje no diário Die Presse.

O governante defende ainda que, para a Europa, a saída da Grécia do euro "seria facilmente administrável do ponto de vista económico".

"Para a Grécia, seria muito mais dramático porque a sua dívida pública poderia aumentar de 200 a 400% do PIB (Produto Interno Bruto)", adverte, defendendo que isso teria "implicações negativas" do ponto de vista político para o "projeto europeu".

O governante considera que é por essa razão que não está previsto que um país saia da zona euro, mas defendeu que deveria ser regulado o caso especial de uma "insolvência estatal".

Caso no referendo de domingo na Grécia ganhe o 'não', o ministro austríaco estima mais dificuldades para chegar a um acordo.

"O nosso maior problema não é o conteúdo (das propostas gregas), mas sim a destruição da relação de confiança entre a Grécia e os outros países da zona euro", destaca.

"Há muitos países, sobretudo aqueles com menos dinheiro, que dizem 'já não queremos mais', mas eu acredito que vamos chegar a um acordo negociado", assegura Hans Jörg Schelling.

O governante esclareceu ainda que vê o programa de ajudas comunitárias para a Grécia como "morto e que não pode ser estendido", defendendo ainda que "um novo programa necessita tempo" e que "não pode haver créditos sem condições".

 

 

 

Lusa

 

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira