sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Milhares na Praça Syntagma ao som de músicas tradicionais

A concentração de pessoas hoje na Praça Syntagma, em Atenas, na sequência do referendo na Grécia, decorreu pacificamente ao som de músicas tradicionais e com a intervenção da presidente do parlamento grego.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Pelas 00:45 locais [22:45 em Lisboa] algumas pessoas começaram a desmobilizar, mas no local continuavam ainda milhares de gregos, que se juntavam em rodas a dançar músicas tradicionais, saídas de dois altifalantes montados num pequeno palco.

A dar cor ao espaço estão bandeiras da Grécia, do Syriza, de Espanha e de Portugal agitadas pelos presentes.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras não apareceu na Praça Syntagma, mas esteve lá a presidente do parlamento grego e dirigente do Syriza, Zoe Konstantopoulou, o que provocou alguma agitação.

 

Lusa

*** Pedro Caldeira Rodrigues, enviado da agência Lusa ***

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.