sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

"Condições para negociações sobre novo programa" não estão reunidas, diz Berlim

Berlim considerou hoje que as "condições para as negociações sobre um novo programa de ajuda" não estão reunidas, tendo em conta a "decisão de ontem (domingo) dos cidadãos gregos".   

© Christian Hartmann / Reuters

O Governo alemão "tomou conhecimento do 'Não' claro expresso e respeita este resultado, o Governo federal continua pronto para o diálogo (...), mas tendo em conta a decisão de ontem (domingo) dos cidadãos gregos, as condições para negociações sobre um novo programa de ajuda não estão reunidas", declarou hoje o porta-voz do executivo alemão, Steffen Seibert.Seinbert. 

O porta-voz do Governo alemão, Steffen Seibert, assegurou num encontro com os meios de comunicação em Berlim que a "Grécia está na zona euro" e que "está nas mãos da Grécia e do Governo daquele país que esta situação possa continuar assim". 

Por outro lado, um porta-voz do Ministério das Finanças alemão precisou que cabe a partir de agora "à Grécia e ao seu governo" agir para permanecer no euro e descartou qualquer negociação sobre uma reestruturação da dívida do país. 

Comentando a demissão do até agora ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel afirmou que o que conta são "as posições e não as pessoas". 

"Trata-se sempre de posições e não de pessoas", declarou Seibert. 

Os gregos rejeitaram no domingo por ampla maioria as propostas dos credores internacionais, abrindo caminho à incerteza sobre a permanência da Grécia na zona euro.

    Segundo os resultados apurados depois de escrutinados 95% dos votos, 61,31% dos gregos disseram 'Não' às propostas dos credores. 

    Já hoje, o ministro das Finanças grego decidiu demitir-se, a pedido do primeiro-ministro, e para o final do dia está agendado um encontro entre os chefes de Estado francês e alemão para discutir a crise atual.

    Na sequência dos resultados do referendo, está também agendada para terça-feira uma cimeira extraordinária da zona euro, antecedida de uma reunião do Eurogrupo. 

 

Lusa

  • Ex-diretor do Fisco desmente Núncio sobre transferências para offshores

    Economia

    O ex-diretor geral da Autoridade Tributária, José de Azevedo Pereira, acusou esta sexta-feira o ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, de não ter autorizado a divulgação das polémicas transferências para paraísos fiscais, isto depois do antigo governante ter dito que a decisão pela não publicação tinha sido da responsabilidade do Fisco.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.