sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Eurogrupo espera novas propostas de Atenas

O Eurogrupo espera que a Grécia apresente novas propostas aos credores internacionais, depois do referendo do domingo no país, em que venceu o "Não". A reunião está marcada para manhã ao início da tarde. Sem Varoufakis, que hoje se demitiu.

© Marko Djurica / Reuters

"Os ministros esperam novas propostas das autoridades gregas", segundo um comunicado do fórum dos ministros da Economia da zona euro, marcado paras as 13:00 (12:00 em Lisboa) de terça-feira, em Bruxelas.

A reunião dos ministros das Finanças da zona euro, que já não contará com a presença de Yannis Varoufakis, que hoje apresentou a demissão, antecede uma cimeira extraordinária dos países da moeda única, agendada para as 18:00 (17:00 em Lisboa).

Os gregos rejeitaram no domingo, por ampla maioria, as propostas dos credores internacionais, abrindo caminho à incerteza sobre a permanência da Grécia na zona euro.

Comissão Europeia aguarda mandato do Eurogrupo para negociar com Atenas

O vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo euro, Valdis Dombrovskis, salientou hoje, em Bruxelas, que o executivo comunitário necessita de um mandato do Eurogrupo para negociar com o Governo grego um novo programa de ajuda.

Numa conferência de imprensa na sede do executivo comunitário, Dombrovskis sustentou que, tal como dissera anteriormente o presidente Jean-Claude Juncker, a vitória do 'Não' no referendo de domingo dificulta as negociações e "torna mais difícil uma solução", mas garantiu que a Comissão continua empenhada em facilitar um compromisso e disponível para trabalhar com as autoridades gregas, pois "o lugar da Grécia é na zona euro".

O vice-presidente lembrou que o anterior programa (do Fundo Europeu de Estabilização Financeira) expirou a 30 de junho, e consequentemente o financiamento associado, pelo que será necessário negociar com Atenas uma nova ajuda no quadro do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), o novo fundo de resgate permanente da zona euro, cujo tratado prevê que deve ser o Eurogrupo a mandatar a Comissão para iniciar negociações sobre o memorando de entendimento. 

Na sequência do pedido formulado na semana passada pelo Governo de Alexis Tsipras relativamente a um empréstimo a dois anos do MEE, a decisão do último Eurogrupo (realizado por teleconferência na passada quarta-feira), lembrou Dombrovskis, foi não conferir nenhum mandato nem iniciar negociações antes da realização do referendo.

"Como sabem, amanhã (terça-feira) há um Eurogrupo e uma cimeira do euro, que deverão decidir o caminho a seguir. Neste momento, do lado da Comissão, não vamos antecipar uma decisão. Mas estamos prontos a trabalhar de perto com o Eurogrupo e os membros da zona euro para encontrar a melhor solução nesta situação complexa", declarou.

Questionado sobre um possível alívio da dívida grega, o comissário do euro insistiu que cabe ao Eurogrupo decidir os termos do mandato para negociar um memorando de entendimento e quais as condicionalidades e elementos que devem constar do mesmo.

Com Lusa

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC