sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Marques Mendes acredita em princípio de acordo para a Grécia durante o fim de semana

Marques Mendes acredita em princípio de acordo para a Grécia durante o fim de semana

Luís Marques Mendes tem a certeza que não haverá um acordo para a Grécia durante o fim-de-semana, mas acredita que poderá haver um princípio de acordo. O comentador da SIC explicou ainda quais as três correntes dominantes no Eurogrupo sobre o futuro da Grécia.

  • Eurogrupo dividido sobre futuro da Grécia
    3:03

    Crise na Grécia

    Os ministros das Finanças da Zona Euro estão reunidos em Bruxelas para analisar as propostas mais recentes do Governo de Atenas. Há ainda divisões entre o Eurogrupo sobre o rumo a seguir em relação à Grécia e todos reconhecem que esta última oportunidade de chegar a um acordo está ainda cheia de obstáculos.

  • Controlo de capitais afeta hospitais gregos
    2:47

    Crise na Grécia

    O controlo de capitais na Grécia está a afetar os hospitais, onde faltam medicamentos e alimentos retidos pelos fornecedores. Contudo, há outras contas da crise: nos últimos cinco anos, o número de suicídios já vai em 10 mil. Os enviados da SIC conheceram o diretor de um hospital em Atenas que perdeu um filho na ultima primavera.

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.