sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Vice-presidente do Parlamento Europeu acusa Alemanha de querer derrubar Tsipras

O eurodeputado e vice-presidente do Parlamento Europeu Dimitris Papadimulis acusou este domingo a Alemanha de querer humilhar a Grécia ou de derrubar o Governo de Alexis Tsipras, nas negociações do terceiro resgate, em Bruxelas.

O eurodeputado e vice-presidente do Parlamento Europeu, Dimitris Papadimulis. (Arquivo)

O eurodeputado e vice-presidente do Parlamento Europeu, Dimitris Papadimulis. (Arquivo)

Reuters

"O que está aqui em causa é uma tentativa de humilharem a Grécia e os gregos ou tentar derrubar o Governo de Alexis Tsipras", afirmou Papadimulis em entrevista à televisão privada grega Mega. 

Em dia de reuniões em Bruxelas, dos ministros do Eurogrupo e dos chefes de Estado e do Governo dos países do euro, Dimitris Papadimulis foi dos poucos políticos gregos, além de Tsipras, a fazer comentários públicos sobre as negociações.

O mesmo argumento, o da humilhação dos gregos, já tinha sido usado por fontes governamentais citadas pela agência noticiosa ANA, logo pela manhã. 

Depois do fim da reunião do europgrupo, já na madrugada de hoje, fontes governamentais gregas disseram que havia Estados-membros que não queriam um acordo e que colocaram obstáculos "com base em questões de credibilidade, sem especificar exatamente quais". 

Os ministros das Finanças da zona euro estiveram sábado reunidos durante cerca de oito horas, numa reunião que foi interrompida ao início da madrugada e retomada hoje de manhã.

Terminado o Eurogrupo, a discussão em torno de um acordo para um terceiro resgate à Grécia continua ao nível dos chefes de Estado e de Governo dos 19 países da zona euro, também em Bruxelas.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.