sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Varoufakis diz que Eurogrupo é uma orquestra onde Schäuble é o maestro

O ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis disse que o Eurogrupo está "total e completamente" controlado pelo ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, numa entrevista publicada hoje pela revista 'NewStatesman'.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Na entrevista, que apesar de ter sido divulgada hoje foi realizada antes do acordo para o terceiro resgate grego, o economista faz um balanço dos seus cinco meses à frente das negociações do Governo liderado por Alexis Tsipras.

Questionado sobre se o Eurogrupo está dominado pela posição alemã, Yanis Varoufakis, que se demitiu há uma semana, considerou que o grupo dos ministros das Finanças da zona euro "é como uma orquestra afinada" onde Wolfgang Schäuble "é o maestro".

"Tudo acontece em harmonia. Às vezes a orquestra desafina, então reúne-se de novo e volta ao tom", descreveu o ex-ministro grego.

Segundo Varoufakis, a "linha oficial" acaba por ser aceite pelo conjunto dos ministros das Finanças da zona euro, mesmo pelo ministro das Finanças francês, Michel Sapin, que apesar de ser "o único" que discorda "muito subtilmente" do grupo, acaba por "ceder e aceitar".

O ex-ministro das Finanças grego, que reconheceu que se sente "aliviado" por ter deixado o cargo, lamenta que da sua experiência na negociação fique a "completa falta de escrúpulos democráticos, por parte de supostos defensores da democracia da Europa".

O académico grego explicou que, quando tentava apresentar um argumento económico aos seus homólogos europeus, era como se "não tivesse dito nada", porque no final acabavam por se "cingir ao protocolo oficial". 

Varoufakis disse ainda que, embora alguns ministros e responsáveis de instituições, como o Fundo Monetário Internacional (FMI) simpatizassem com ele em privado, nas negociações "escondiam-se atrás da versão oficial", enquanto Wolfgang Schäuble foi "consistente desde o início".

"O seu ponto de vista era: 'não vou negociar sobre o programa, foi aceite pelo Governo anterior e não vamos deixar que as eleições mudem nada'", lembrou o economista grego.

O ex-ministro explicou que os governos de outros países endividados foram desde o início "inimigos energéticos" do executivo de Tsipras, porque se Atenas conseguisse um acordo melhor poderiam sair prejudicados politicamente. 

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.