sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bancos gregos permanecem fechados até sexta-feira

Os bancos gregos vão permanecer fechados até pelo menos sexta-feira, segundo o novo decreto publicado pelo Ministério das Finanças grego, que amplia as operações que se podem levar a cabo nas sucursais abertas.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

O novo decreto mantém o limite para os levantamentos de dinheiro nas caixas automáticas (multibanco) em 60 euros por dia e em 120 euros o montante máximo para os pensionistas que só têm cartão.

As cerca de mais um milhar de sucursais abertas, onde até agora só se podiam pagar pensões e subsídios de desemprego, passam agora, com este decreto, a poder gerir o pagamento de quotas e créditos de todo tipo, como por exemplo dívidas ao Estado ou a empresas públicas, aos fundos de pensões estatais ou a seguros privados.

As sucursais abertas também poderão realizar transferências no seio de uma mesma entidade bancária.

Todas estas operações podiam efetuar-se até agora mas só através da Internet.

Todas as outras limitações, incluindo a proibição de todas as transferências para o estrangeiro que não forem autorizadas por uma comissão especial, circunscritas a operações comerciais de primeira necessidade, mantêm-se inalteradas com o referido decreto.

O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, adiantou na última noite numa entrevista à televisão pública grega que os bancos previsivelmente iriam permanecer fechados até que o acordo para o terceiro resgate fosse ratificado, mas prevendo até lá uma ampliação das operações permitidas e um aumento dos limites de retirada de dinheiro das caixas automáticas.

Tsipras também afirmou que o levantamento do controlo de capitais será "progressivo", alegando que depois de uma perda de confiança os bancos não podem abrir imediatamente.

O controlo de capitais está há 17 dias em vigor (desde 29 de junho).

As filas à frente das caixas automáticas já não alcançam os comprimentos dos primeiros dias, pelo menos nos grandes centros urbanos, onde existe um maior número de máquinas.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.