sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Bruxelas pode disponibilizar 35 mil M€ à Grécia até 2020

A Comissão Europeia apresentou hoje oficialmente, em Bruxelas, a disponibilização até 2020 de mais de 35 mil milhões de euros do orçamento comunitário para a Grécia, que acredita que poderão ajudar à retoma da economia.

© Christian Hartmann / Reuters

"Se atingir o seu potencial e for bem usado (...), irá criar empregos e aumentar os níveis vida dos gregos, sendo uma base poderosa para a retoma da economia", disse o vice-presidente da Comissão Europeia Valdis Dombrovskis, em conferência de imprensa.

Bruxelas, que já anteriormente tinha dado conta da intenção de disponibilizar estes fundos para a Grécia nos próximos seis anos, apresentou hoje mais detalhadamente de onde virá o dinheiro: cerca de 20 mil milhões de euros dos fundos estruturais e de investimento e 15 mil milhões de euros de políticas agrícolas.

No comunicado em que dá conta da existência deste dinheiro, que será alocado consoante os projetos de investimento na economia e em especial nas pequenas e médias empresas que as autoridades gregas apresentarem, a Comissão sublinha que a Grécia tem beneficiado de vários mecanismos para apoiar a sua economia e destaca a maior proporção de financiamento europeu de que beneficiam os seus projetos.

Refere ainda que há "um número significativo de projetos que estão atualmente em risco de não ser concluídos" e que o país corre mesmo o risco de perder dois mil milhões de euros caso não faça uso, até final do ano, dos fundos europeus ainda disponíveis referentes ao período 2007-2013.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse citado no comunicado que a Grécia já recebeu mais em "financiamento internacional do que a Europa pelo Plano Marshall após a II Guerra Mundial".

Lusa

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.