sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Exportação de medicamentos suspensa temporariamente na Grécia

A agência grega do medicamento anunciou hoje que suspendeu temporariamente a exportação de 73 tipos de medicamentos para evitar a escassez devido às restrições financeiras impostas à Grécia.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

"Para proteger a saúde pública, uma medida de emergência proíbe temporariamente a exportação de 73 tipos de medicamentos", indicou a agência EOF, em comunicado.

A agência adianta que esta decisão tem "um efeito imediato", sendo também interdita a acumulação destes medicamentos para armazenamento.

Em causa estão medicamentos para o tratamento de diabetes e asmas, bem como vacinas para a hepatite e varicela.

O receio de uma escassez de medicamentos resulta do controlo de capitais imposto pelo Governo grego a 29 de junho, uma iniciativa para pôr termo à fuga de capitais e ao colapso do sistema financeiro.

Lusa

  • Venda de pequenos cofres dispara na Grécia
    2:11

    Crise na Grécia

    Na Grécia, o encerramento dos bancos pode prolongar-se por mais um mês, uma situação que já fez disparar a venda de pequenos cofres. Mesmo antes do limite dos levantamentos, os gregos tentaram levar para casa as poupanças possíveis, e agora, com receio dos assaltos, esgotam-se os cofres, como constataram os enviados da SIC a Atenas.

  • Confrontos em Atenas após protesto pacífico contra acordo de austeridade
    3:02

    Crise na Grécia

    Na Grécia, há registos de confrontos em frente ao Parlamento. Na praça Syntagma, manifestantes atiraram cocktails molotov à polícia. Os agentes anti-motim responderam com gás lacrimogéneo e ordenaram a dispersão de outras centenas de pessoas, que protestavam pacificamente contra o acordo de austeridade, que está a ser debatido pelos parlamentares, como relata, em direto, a enviada da SIC a Atenas, Cândida Pinto.

  • Polícia belga deteve homem que conduzia entre a multidão em Antuérpia

    Mundo

    Foi hoje detido um homem que conduzia a alta velocidade no meio da multidão numa zona comercial de Antuérpia, na Bélgica. O suspeito já foi identificado, é francês e tinha várias armas no carro. As autoridades francesas suspeitam que o homem estava bêbedo e a tentar escapar à polícia, mas as autoridades belgas ainda não confirmaram esta versão.

    Em desenvolvimento

  • Neve corta estradas em Viseu
    2:04
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • As vantagens de comprar online
    8:03