sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Eurogrupo concorda com empréstimo intercalar à Grécia

Os ministros das Finanças dos 19 países da moeda única concordaram hoje com a ativação do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira para ajudar a Grécia. Terminada a reunião do Eurogrupo, a SIC sabe que Bruxelas já encontrou a solução para que os restantes nove estados-membros da União Europeia não bloqueiem a decisão.

© Francois Lenoir / Reuters

É necessário que os 28 países da UE estejam de acordo com a utilização de fundos do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira. A decisão terá que ser aprovada por maioria qualificada.

O empréstimo intercalar à Grécia terá um valor de sete mil milhões de euros, como propôs a Comissão Europeia.

O acordo deve ser anunciado, de forma oficial, já amanhã.

Finlândia aprova financiamento-ponte e terceiro resgate

Entretanto, o Parlamento da Finlândia aprovou hoje a disponibilização do empréstimo intercalar da União Europeia e a negociação de um novo plano de resgate, anunciou o ministro das Finanças. Alexander Stubb reafirmou que a Finlândia se opõe a um perdão da dívida pública da Grécia.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.