sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Mario Draghi admite que Grécia deu confiança ao Banco Central Europeu

Mario Draghi admite que Grécia deu confiança ao Banco Central Europeu

O Banco Central Europeu vai abrir mais a torneira aos bancos gregos. São mais 900 milhões de euros, que se somam aos 89 mil milhões que já estavam disponíveis. O presidente do BCE, Mario Draghi, diz que a situação se alterou para melhor e que, por isso, foi possível tomar esta decisão.

  • Draghi resistiu a pressões para cortar financiamento aos bancos gregos
    0:48

    Crise na Grécia

    O presidente do Banco Central Europeu diz que a decisão de a Grécia ficar no euro é responsabilidade do governo grego e da Europa. O BCE limita-se a fazer o seu trabalho com base nesta decisão. Mario Draghi confessou hoje que houve muita pressão sobre a instituição para cortar a linha de emergência à Grécia há muito tempo. O BCE decidiu hoje aumentar a linha de liquidez de emergência para os bancos gregos.

  • De acordo em acordo até ao desastre final

    António José Teixeira

    Já não chegava o desgoverno de décadas, a Grécia prepara-se agora para sofrer a terceira penitência em cinco anos dos seus salvadores europeus. Dividida, humilhada, revoltada, agora resignada, travada pelo mêdo de males ainda maiores, não parece ter outro remédio senão vergar-se à protecção dos credores. Já muito dinheiro chegou e fugiu. Boa parte dos gregos não deram por ele. Mas sabem que, mesmo só o vendo fugir, é preciso que continue a correr. Ninguém sabe quando é que o deve se aproximará do haver. O que se sabe é que nem devedores nem credores querem que a circulação monetária se interrompa. É isso que os mantem ligados, mesmo que sem convicção.

  • Linha de crédito para bancos gregos com mais 900 milhões por uma semana
    2:34

    Crise na Grécia

    O Banco Central Europeu vai aumentar a ajuda aos bancos e a Europa prepara-se para libertar sete mil milhões de euros para a Grécia. No país já se fala de eleições antecipadas, ainda este verão. O Syriza está totalmente dividido e a contestação voltou às ruas. A linha de crédito para os bancos gregos terá mais 900 milhões de euros por uma semana.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.