sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Mario Draghi admite que Grécia deu confiança ao Banco Central Europeu

Mario Draghi admite que Grécia deu confiança ao Banco Central Europeu

O Banco Central Europeu vai abrir mais a torneira aos bancos gregos. São mais 900 milhões de euros, que se somam aos 89 mil milhões que já estavam disponíveis. O presidente do BCE, Mario Draghi, diz que a situação se alterou para melhor e que, por isso, foi possível tomar esta decisão.

  • Draghi resistiu a pressões para cortar financiamento aos bancos gregos
    0:48

    Crise na Grécia

    O presidente do Banco Central Europeu diz que a decisão de a Grécia ficar no euro é responsabilidade do governo grego e da Europa. O BCE limita-se a fazer o seu trabalho com base nesta decisão. Mario Draghi confessou hoje que houve muita pressão sobre a instituição para cortar a linha de emergência à Grécia há muito tempo. O BCE decidiu hoje aumentar a linha de liquidez de emergência para os bancos gregos.

  • De acordo em acordo até ao desastre final

    António José Teixeira

    Já não chegava o desgoverno de décadas, a Grécia prepara-se agora para sofrer a terceira penitência em cinco anos dos seus salvadores europeus. Dividida, humilhada, revoltada, agora resignada, travada pelo mêdo de males ainda maiores, não parece ter outro remédio senão vergar-se à protecção dos credores. Já muito dinheiro chegou e fugiu. Boa parte dos gregos não deram por ele. Mas sabem que, mesmo só o vendo fugir, é preciso que continue a correr. Ninguém sabe quando é que o deve se aproximará do haver. O que se sabe é que nem devedores nem credores querem que a circulação monetária se interrompa. É isso que os mantem ligados, mesmo que sem convicção.

  • Linha de crédito para bancos gregos com mais 900 milhões por uma semana
    2:34

    Crise na Grécia

    O Banco Central Europeu vai aumentar a ajuda aos bancos e a Europa prepara-se para libertar sete mil milhões de euros para a Grécia. No país já se fala de eleições antecipadas, ainda este verão. O Syriza está totalmente dividido e a contestação voltou às ruas. A linha de crédito para os bancos gregos terá mais 900 milhões de euros por uma semana.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.