sicnot

Perfil

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Crise na Grécia

Alexis Tsipras critica deputados do Syriza que votaram contra acordo

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, criticou hoje os 32 deputados do partido Syrisa que, no parlamento, votaram contra as medidas de austeridade exigidas pelos credores internacionais.

AP

"A escolha dos 32 deputados do grupo parlamentar (Syriza) contraria os princípios de amizade e de solidariedade num momento crítico" e o partido saiu "ferido", disse Alexis Tsipras, numa reunião do Governo.

O parlamento grego aprovou, na quarta-feira, o acordo alcançando na segunda-feira com os líderes da zona euro para permitir o terceiro resgate financeiro do país, que poderá chegar aos 86 mil milhões de euros.

No entanto, muitos parlamentares do Syriza, o partido de esquerda que lidera o governo grego, recusaram-se a aprovar os termos do acordo.

Entre os membros do Syriza que votaram contra estiveram o ex-ministro das Finanças Yanis Varoufakis, a presidente do parlamento grego, Zoe Konstantopoulou, e o ministro da Energia e das Infraestruturas, Panagiotis Lafazanis

A proposta foi aprovada pelo parlamento, depois de receber o apoio dos partidos conservadores, socialistas e pró-europeus na oposição.

Antes da votação, vários deputados do Syriza tinham afirmado que não eram a favor das medidas de austeridades, mas "apoiavam o governo".

"Esse apoio (...) não faz sentido, porque estou agora forçado a continuar com um Governo baseado num número de deputados minoritário", afirmou Alexis Tsipras.

Na reunião, o primeiro-ministro não anunciou quais as sanções que podem ser aplicadas aos deputados que votaram contra.

Lusa

  • Pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço

    País

    O pescador desapareceu na noite deste sábado no rio Minho, em Alvaredo, no concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo. Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil estão envolvidos nas buscas 15 operacionais e quatro viaturas.

  • Portugal vai testar capacidade de resposta a ciberataque
    0:22

    País

    O exercício está marcado para os dias 09 e 10 de maio e é o primeiro a nível nacional a testar um ciberataque em Portugal. O teste é organizado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para apurar "o "grau de preparação" das várias entidades públicas e privadas, mas já conclusões a ter em conta. Segundo o coordenador do CNCS, Pedro Veiga confirma-se tendência para os ataques serem cada vez mais sofisticados e é preciso alertar a população para o que publicam na internet e se pode colocar em risco a privacidade e a segurança.

  • Mont-Saint-Michel evacuado "por precaução"

    Mundo

    O monumento do Monte Saint-Michel, no oeste de França, foi evacuado hoje de manhã "por precaução", tendo sido retirados os turistas e habitantes devido à presença de um suspeito que ameaçou as forças da ordem, anunciou a polícia francesa.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00